Pular para o conteúdo principal

Depois de matar funcionária do Detran, sargento da PMMA comete suicídio em São Luís

A cultura patriarcal tão fortemente arraigada em nosso meio continua fazendo vítimas cotidianamente. A crença de que a mulher é um objeto, e propriedade do homem, podendo este dominar, manobrar, violentar, coagir, oprimir e se desfazer ou descartar a seu bel prazer sem que ninguém interfira ou se envolva, fez mais duas vitima nesta quinta-feira (7).

A jovem Marcele Cardoso da Silva, de 26 anos, funcionária do Detran-MA e mãe de uma criança de três anos foi morta a tiros pelo 2º sargento da PMMA Marcos Vinícius Gomes Costa, de 43 anos, que em seguida cometeu suicídio. O caso aconteceu na Cohab,Anil em São Luís .



O policial seria ex-namorado de Marcele, e segundo familiares, estaria tentando uma reconciliação. Horas antes de ser morta, ela teria informado à família que iria até a residência de Marcos, a pedido dele. 

Em nota, o Detran-MA lamenta a morte da jovem servidora que deixa uma filha de três anos, amigos de Marcele choram a morte da companheira.
  


   



Comentários



OUÇA a RÁDIO VOZ DE ARARI

Denuncie, seja os olhos e os ouvidos da polícia!

Clinica Santo André

Clinica Santo André

LG Contabilidade Pública

LG Contabilidade Pública