sexta-feira, 20 de julho de 2018

Matões do Norte realiza I Fórum Comunitário - Selo UNICEF na próxima quarta-feira (25)






Crianças e adolescentes são sujeitos de direito, por conta de sua condição peculiar de pessoa em desenvolvimento, além de terem assegurado o direito pleno a cidadania, também são portadores de direitos especias garantidos em legislação especial.




Certo de que é papel de um governo popular e participativo promover, assegurar e garantir, meios e formas para reduzir as desigualdades e garantir os direitos de crianças e adolescentes conforme preceitua a Constituição Federal e o Estatuto da Criança e do Adolescente (ECA), o prefeito de Matões do Norte, padre Domingos Costa vem implementando políticas públicas em áreas como educação, saúde, esporte, assistência social e outras, voltadas para assegurar a inclusão social e a garantia de direitos de crianças e adolescentes.



Como parte desta visão inovadora, o município está inscrito no Selo UNICEF 2017-2020, que é uma iniciativa do Fundo das Nações Unidas para a Infância (UNICEF) que visa estimular os municípios a implementar políticas públicas para redução das desigualdades e garantir os direitos das crianças e dos adolescentes previstos na Convenção Internacional sobre os Direitos da Criança e no Estatuto da Criança e do Adolescente (ECA). 


Os municípios inscritos no Selo UNICEF deverão investir em ações para melhorar a oferta e a qualidade de serviços de saúde, educação, assistência social e participação, visando produzir impactos reais e positivos na vida de crianças e adolescentes. O Selo é uma certificação internacional com objetivo de mobilizar a sociedade, poder público e parceiros em reconhecimento aos avanços registrados pela infância e adolescência.

  
O 1o Fórum Comunitário que acontece na próxima quarta-feira (25), no Centro Cultural de Múltiplo Uso a partir das 7h da manhã, é um importante marco rumo a conquista do Selo UNICEF.

O fórum visa envolver a comunidade para identificar os principais problemas relativos à situação das crianças e adolescentes do município, com base nos indicadores oficiais e no diagnóstico participativo; Discutir sobre as causas destes problemas e sobre ideias e sugestões de como resolvê-los; Apresentar à população o(a) Articulador(a) Municipal do Selo UNICEF, a Comissão Intersetorial pelos Direitos da Infância e Adolescência e o(a) Mobilizador(a) de Adolescentes e Jovens; Participar da decisão sobre o que é prioridade e quais são os próximos passos nas políticas públicas municipais para resolver estes problemas, considerando os objetivos do Selo UNICEF.

Vale ressaltar a importância do Fórum Comunitário como um espaço de encontro para disseminação e troca de informações sobre as políticas públicas e diálogo participativo no município. 

É nele que a comunidade tem a oportunidade de analisar a situação das crianças e dos adolescentes, planejar e sugerir ações pela garantia dos direitos da infância e adolescência, monitorar e avaliar o impacto de projetos, programas e políticas sociais voltadas à melhoria da população de zero a 18 anos incompletos. 

Podem participar do Fórum: conselheiros(as); lideranças comunitárias, sindicais e religiosas; crianças, adolescentes e suas famílias; profissionais de saúde, educação e assistência social; comunicadores e artistas; representantes do setor empresarial; entre outros atores. Todos têm a oportunidade de refletir e, juntos, definir as prioridades para a garantia dos direitos da criança e do adolescente e o alcance dos objetivos do Selo UNICEF.




Postagem mais recente Postagem mais antiga Página inicial

0 comentários:

Postar um comentário

Credibilidade é o nosso maior patrimônio

Nosso objetivo é fazer jornalismo com seriedade, produzindo conteúdo regional, sobre política, economia, sociedade e atualidade, na forma de opinião, editorial e criticas.

Não usamos de artifícios como sensacionalismo, imagens apelativas, chocantes ou degradantes, tampouco textos, frases, ou palavras chulas para obter acessos.

Não somos o primeiro a divulgar a informação, mas somos quem apresenta o conteúdo checado, aprofundado e diferenciado.

Aqui oferecemos aquele algo mais que ainda não foi dito, ou ainda não foi mostrado.

Noticias qualquer um pode divulgar, mas com apuração e seriedade só aqui.

Comentários anônimos, ou que contenham, palavrões, pornografia, ataques pessoais, calúnias ou difamações não serão publicados.

Jornalista Abimael Costa

LG Contabilidade Pública

LG Contabilidade Pública

Clinica Santo André

Clinica Santo André