quinta-feira, 13 de setembro de 2018

Não deixe sua história desaparecer!



Por: Abimael Costa

Na maioria das vezes as grandes mudanças, transformações e revoluções são feitas de pequenos gestos que se transformam em ações consistentes capazes de mudar radicalmente o modo de vida das pessoas e a realidade que os cerca.

Infelizmente, se não forem divulgados e publicizados de forma correta, ampla e exaustivamente, muitos desses feitos passam despercebidos, não chegam ao conhecimento popular e fatalmente caem no esquecimento, provocando graves e irreparáveis perdas a todos, inclusive atingindo a história e a memória que ficará incompleta.

Para reparar, corrigir e sanar tudo isso, surge a figura do assessor de comunicação, profissional com formação superior em comunicação social, especializado em assessoria de comunicação.

É função e atribuição deste profissional gerir de forma dinâmica e com fluidez a imagem de instituições e pessoas públicas; construir e fortalecer marcas; criar e unificar discursos; publicizar ações e feitos; dando a eles caráter de importância, prioridade e relevância pública capazes de pautar a mídia e ocupar a agenda pública e política.

Cuide de sua imagem, ela é seu maior patrimônio, invista em uma assessoria de comunicação, contrate um profissional especializado na área.

Abimael Costa Pereira., 53, jornalista.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Credibilidade é o nosso maior patrimônio

Nosso objetivo é fazer jornalismo com seriedade, produzindo conteúdo regional, sobre política, economia, sociedade e atualidade, na forma de opinião, editorial e criticas.

Não usamos de artifícios como sensacionalismo, imagens apelativas, chocantes ou degradantes, tampouco textos, frases, ou palavras chulas para obter acessos.

Não somos o primeiro a divulgar a informação, mas somos quem apresenta o conteúdo checado, aprofundado e diferenciado.

Aqui oferecemos aquele algo mais que ainda não foi dito, ou ainda não foi mostrado.

Noticias qualquer um pode divulgar, mas com apuração e seriedade só aqui.

Comentários anônimos, ou que contenham, palavrões, pornografia, ataques pessoais, calúnias ou difamações não serão publicados.

Jornalista Abimael Costa