Pular para o conteúdo principal

Atentado contra a democracia em Matões do Norte mostra o desespero da oposição




O pacato município de Matões do Norte foi alvo de um grave atentado contra a democracia e as liberdades individuais. No inicio da noite do último domingo (07), um grupo de criminosos travestidos de militantes partidários, ligados ao grupo político do ex-prefeito Solimar Alves provocou pânico e terror em eleitores e servidores da justiça eleitoral que votavam na Escola Municipal Gonçalves Dias.

Os baderneiros participavam de uma suposta comemoração política, quando se aglomeraram na frente da escola e em seguida tentaram invadir o prédio para atentar contra a vida e integridade física do prefeito do município, Padre Domingos Costa, que aguardava o momento para votar.



A presença da turba criminosa e raivosa em frente à escola provocou medo e desespero nas pessoas que estavam no interior do prédio, que apavoradas temiam por suas vidas. A notícia de que vândalos estavam promovendo um arrastão na Escola Gonçalves Dias, deixou os nortematoenses apreensivos e inseguros.

Diante da instabilidade criada pelo grave e covarde ataque a paz, a ordem pública e a democracia, o prefeito Padre Domingos Costa decidiu acionar as forças de segurança - Exercito e Polícia Militar - como forma de assegurar a integridade física dos cidadãos que naquele instante ainda esperavam para exercer o direito de escolha.  

O lamentável, insano e vergonhoso ato de selvageria que marcou de forma negativo a festa da democracia em Matões do Norte e, que além de tentar constranger e coagi-los, colocou em risco as vida de cidadãos pacatos e ordeiros que naquele instante exerciam o direito constitucional do voto, foi comunicado à Justiça Eleitoral, Polícia Federal e à Secretaria de estado da Segurança Pública.

Temendo por sua integridade física, o prefeito Padre Domingos além de pedir garantia de vida, solicitou das autoridades competentes uma rápida investigação no sentido de identificar os autores intelectuais do atentado, e punição exemplar para aqueles que ousam se insurgir contra a democracia e as liberdades individuais.

Ações violentas e agressivas como a deste domingo, são marcas registradas da facção política rejeitado pelos nortematõenses em 2016.  Em pânico e desesperados com mais uma derrota, desta vez nas eleições majoritárias; o grupo apela mais uma vez para a ilegalidade, a coação e o constrangimento.

Diante do exposto, o prefeito Padre Domingos Costa solidariza-se e pede desculpa aos nortematoenses atingidos por este ato insano,  ao mesmo tempo em que repudia de forma veemente toda e qualquer tentativa de cercear as liberdades individuais ou que atentem contra a democracia e o Estado Democrático de Direito. 

Intransigente defensor da paz, da lei e da ordem, o prefeito que mudou a forma de governar e de fazer política em Matões do Norte, e que administra para todos através de uma gestão popular e participativa, confia e acredita na boa índole dos nortematoenses e sabe que este foi um caso isolado, fruto de um ato orquestrado por aqueles que não se conformam com os novos rumos que Matões do Norte tomou e  com as mudanças implantadas.

Matões do Norte Vive novos tempos, a paz venceu o ódio e o medo. O atraso, as trevas e o mal foram suplantados e extirpados de uma vez por todas, e isso parece incomodar meia duzia de baderneiros. 
             


   

Comentários



OUÇA a RÁDIO VOZ DE ARARI

Denuncie, seja os olhos e os ouvidos da polícia!

Clinica Santo André

Clinica Santo André

LG Contabilidade Pública

LG Contabilidade Pública