Pular para o conteúdo principal

De olho em 2020, grupos políticos disputam votos e apoios em Miranda do Norte


As eleições majoritárias sempre foram prévias das eleições municipais, ou seja é na majoritária que os grupos políticos locais e regionais se articulam e emitem sinais de como agirão no pleito municipal. 

Os apoios e acordos políticos costurados e firmados em 2018 tem como cláusula pétrea  a retribuição deste apoio em 2020, quando os papeis se invertem e, as lideranças municipais e regionais precisam do apoio de seus representantes na Assembleia Legislativa, Senado e Governo de Estado para fortalecerem seu grupo político em busca de um resultado positivo nas urnas.

Em Miranda do Norte, o grupo político do ex-prefeito e candidato favorito  a Câmara Federal, Júnior Lourenço, apoia Francisca Primo e Ana do Gás para a Assembleia Legislativa, para a Câmara Federal, o grupo abraçou com entusiasmo o projeto de eleger Junior Lourenço, deputado federal. 

Coesos e determinados, os aliados de longas datas trabalham com afinco pela eleição de Júnior. Tanta garra e empolgação se explica pela expectativa real de ter o líder político que venceu todas as eleições que disputou, eleito deputado federal.

Em outra frente, o vice-prefeito Joubert Marques, sua esposa, a vereadora Cristiane Chuva e o vereador Francemilson Garcês, ex-aliados históricos de Junior Lourenço, apoiam para federal, o ex-prefeito de São José de Ribamar, Gil Cutrim e para estadual, o deputado candidato a reeleição Glalbert Cutrim. Uma fonte ligada a Júnior Lourenço confidenciou a este jornalista que o vereador Francemilson está apoiando a candidatura do ex-prefeito, e não Gil Cutrim como divulgado.    

O grupo que faz oposição ao ex-prefeito, tem planos de alçar voos mais altos rumo ao palácio municipal Raimundo Abraão Bezerra em 2020.    

Já o grupo do ex-vereador e, ex-candidato a prefeito, derrotado em 2016, Junior Amorim, declarou apoio ao deputado federal Fufuquinha, candidato a reeleição. Para a Assembléia, o grupo abraçou a novata, Thaiza Hortegal que é primeira-dama do município de Pinheiro. Alguns vereadores de oposição compõem com Amorim no apoio a Fufuca e Thaize.  

Desde a derrota para Junior Negão em 2016, Amorim vem trabalhando nos bastidores uma nova composição que lhe assegure a cabeça de chapa em uma candidatura de consenso que aglutine toda a oposição do município, fato que parece cada vez mais distante, diante dos últimos desdobramentos na política local.

Em outro grupo de oposição, o presidente municipal do PCdoB, e superintendente regional de articulação política, Nando Aguiar, que também sonha em ser prefeito de Miranda do Norte no próximo pleito, apoia Márcio Jerry, para Deputado Federal, o presidente estadual do PcdoB, ex-secretário de Comunicação e Articulação Política do governo Flávio Dino. Já para a Assembleia Nando aposta no novato, Professor Odair José. 

Antonio Prestação, ex-candidato a prefeito derrotado e ex-vereador corre por fora com apoio ao nome de Pedro Lucas, para a Câmara Federal.  

Uma curiosidade é que Flávio Dino é praticamente unanimidade entre os CINCO grupos políticos, com algumas honrosas exceções, como o caso dos vereadores Cássio e Otávio Colins que apoiam Roseana.

 Vale conferir a votação dos candidatos apoiados por cada grupo, para a partir dai avaliar quem se saiu bem, quem empatou e quem de fato saiu no prejuízo, 

Ressalte-se  que Junior Lourenço é amplo favorito e conforme analistas políticos conceituados deve ficar entre os 05 mais votados. 



Comentários



OUÇA a RÁDIO VOZ DE ARARI

Denuncie, seja os olhos e os ouvidos da polícia!

Clinica Santo André

Clinica Santo André

LG Contabilidade Pública

LG Contabilidade Pública