Pular para o conteúdo principal

Em luto, Coroatá e o Maranhão lamentam a morte do confrade Idalgo Lacerda


É com profundo pesar que lamento a irreparável perda de um confrade, amigo e jornalista aguerrido. Idalgo da Silveira Lacerda deixa um precioso legado para a comunicação maranhense e o seu nome gravado nos anais da história como exemplo de garra, luta e determinação em favor da boa comunicação, certamente a comunicação maranhense fica órfã com tão lamentável perda.

Exímio combatente nas trincheiras da comunicação coroataense, Idalgo Lacerda faleceu na tarde deste domingo (30), aos 60 anos de idade em um leito da Unidade de Pronto Atendimento - UPA - de Coroatá, enquanto aguardava  transferência para um hospital da capital.

Neste momento de dor imensa, minhas orações e pensamentos estão com sua família e com todos que admiravam o seu trabalho, caráter, generosidade, garra e determinação.

O grande poeta inglês, John Donne escreveu:

“Nenhum homem é uma ilha; cada homem é uma partícula do continente, uma parte da terra; se um torrão é arrastado para o mar, a Europa fica diminuída, como se fosse um promontório, como se fosse o solar de teus amigos ou o teu próprio; a morte de qualquer homem me diminui, porque sou parte do gênero humano. E por isso não perguntes por quem os sinos dobram; eles dobram por ti”

Jornalista Abimael Costa 

Comentários

Clinica Santo André

Clinica Santo André

Ouça a Rádio Voz de Arari

PLAYER