Pular para o conteúdo principal

Duarte Júnior elege a imprensa como persona non grata

O viés autoritário e ditatorial reverberado pelo deputado estadual Duarte Júnior (PCdoB), durante fala pública, neste sábado (28), onde ataca ferozmente jornalistas e a liberdade de expressão, é um ato gravíssimo que precisa ser denunciado, apurado e punido.

Além do que, é preciso repudiar de forma veemente tentativas de integrantes do executivo - agentes do Estado - pagos com recursos públicos, como é o caso do parlamentar de atentar contra a liberdade de imprensa e de expressão e tentar intimidar e coagir jornalistas no livre exercício da função.

Inconformado com críticas a sua atuação como parlamentar, o deputado reagiu com furor descomunal:
“O primeiro passo é não ler blogs, pronto. Saibam disso, Vai lá no computador de vocês, denunciem todos os blogs...Blogs publicam aquilo que eles são pagos para publicar” Duarte Júnior.

A desastrosa fala do deputado que também é professor do curso de direito em várias instituições da capital, aconteceu durante o Congresso Nacional de Direito que está sendo realizado no Rio Poty Hotel.

O nobre parlamentar precisa ler além da Constituição Federal, as muitas manifestações de integrantes do STF sobre a liberdade de imprensa.

"Todos sabemos que a liberdade de expressão, cujo fundamento reside no próprio texto da Constituição da República, assegura ao profissional de imprensa o direito de expender crítica, ainda que desfavorável e em tom contundente, contra quaisquer pessoas ou autoridades garantindo-lhe, também, além de outras prerrogativas, o direito de veicular notícias e de divulgar informações”.  
Decano do Supremo Tribunal Federal, ministro Celso de Mello

Comentários

OUÇA a RÁDIO VOZ DE ARARI

Denuncie, seja os olhos e os ouvidos da polícia!

Clinica Santo André

Clinica Santo André

LG Contabilidade Pública

LG Contabilidade Pública