quarta-feira, 8 de maio de 2019

Nota de repúdio ao fechamento da regional Maranhão da EBC



Repudiamos a decisão anunciada nesta segunda-feira, pela direção da EBC, de encerrar a produção da regional Maranhão.

A empresa acaba com a TV Brasil no estado, originada da TV Educativa do Maranhão, que neste ano completaria cinco décadas de história.

Foi a primeira emissora do Brasil a transmitir aulas por meio do tele-ensino, e se tornou referência para outras tevês educativas.

O população também perde o jornal local da emissora, com mais de 35 anos de existência, que foi extinto em janeiro deste ano, inclusive em desrespeito à legislação. 

O fechamento da regional também viola a própria lei da EBC, que em seu artigo 6o. determina a continuidade das unidades da empresa já existentes no Distrito Federal, Rio de Janeiro e Maranhão.

O encerramento das atividades da EBC no Maranhão é mais um passo no desmonte da empresa, e também desrespeita a população nordestina, no momento em que a empresa deixa de ter participação na região. Hoje a EBC também está presente em Brasília, Rio de Janeiro, São Paulo e Tabatinga (AM).

Criada em 2007, como resultado de mobilização de diversos setores da sociedade civil, a EBC surgiu para cumprir o que estabelece a Constituição Federal, que prevê complementaridade entre os sistemas público, estatal e privado de radiodifusão. 

Mas nos ultimos anos, diversos ataques têm destruído o papel que deveria ter a empresa na formação crítica da população brasileira. 

Em 2016, o governo Temer acabou com o mandato do presidente da empresa e com o Conselho Curador, iniciativas que ajudavam a proteger a empresa do controle direto do governo federal.

Mais recentemente, já no governo Bolsonaro, uma medida unificou a programação da TV NBR, estatal, com a TV Brasil, pública, em claro desacordo com a Constituição. 

O resultado é uma comunicação cada vez mais oficial, com baixíssima pluralidade de opiniões, e sem espaço para o contraditório.

Em um cenário de radiodifusão dominado por emissoras privadas com diversos interesses, entendemos que é essencial para a democracia no País uma EBC em consonância com a Constituição Federal, com controle social, independência editorial, devido financiamento público, e protegida de interferências políticas. Defendemos a permanência da regional da empresa na capital maranhense, e que os empregados permaneçam em seus postos de trabalho.

Sindicatos dos Jornalistas DF, RJ e SP

Sindicatos dos Radialistas DF, RJ e SP

Comissão dos Empregados da EBC
Postagem mais recente Postagem mais antiga Página inicial

0 comentários:

Postar um comentário

Credibilidade é o nosso maior patrimônio

Nosso objetivo é fazer jornalismo com seriedade, produzindo conteúdo regional, sobre política, economia, sociedade e atualidade, na forma de opinião, editorial e criticas.

Não usamos de artifícios como sensacionalismo, imagens apelativas, chocantes ou degradantes, tampouco textos, frases, ou palavras chulas para obter acessos.

Não somos o primeiro a divulgar a informação, mas somos quem apresenta o conteúdo checado, aprofundado e diferenciado.

Aqui oferecemos aquele algo mais que ainda não foi dito, ou ainda não foi mostrado.

Noticias qualquer um pode divulgar, mas com apuração e seriedade só aqui.

Comentários anônimos, ou que contenham, palavrões, pornografia, ataques pessoais, calúnias ou difamações não serão publicados.

Jornalista Abimael Costa

LG Contabilidade Pública

LG Contabilidade Pública

Clinica Santo André

Clinica Santo André

Apoie, assine e compartilhe

Crie seu próprio questionário de feedback de usuário

REGISTRO - 1608/MA

REGISTRO - 1608/MA

O amanhã é hoje

O amanhã é hoje

DISQUE DENÚNCIA - MIRANDA DO NORTE

DISQUE DENÚNCIA - MIRANDA DO NORTE

...

...

GCL - CONSTRUÇÕES

GCL - CONSTRUÇÕES

Fale Comigo

Nome

E-mail *

Mensagem *