Pular para o conteúdo principal

Mãe suspeita de matar e esquartejar filho de três meses é presa em Itapecuru Mirim


Foi presa em Itapecuru Mirim, na última quinta-feira (05), uma mulher de 20 anos, suspeita de envolvimento na morte do próprio filho, um recém nascido de apenas três meses de idade. 

Patricia Maria dos Santos Pereira, de 20 anos, foi presa em cumprimento a mandado de prisão expedido pela justiça de Itapecuru Mirim. Ela teria entrado em contradição durante depoimento, onde teria afirmado haver sofrido um aborto espontâneo, e por ter escondido a gravidez da família,  decidiu colocar o feto no táxi do pai, que ao ver a sacola supôs que algum cliente teria esquecido carne no seu veículo, e que em seguida teria decidido jogar no lixo, acreditando ser carne estragada.

O corpo da criança foi encontrado com as mãos, pés e cabeça decepados, em 03 de maio último, na localidade Vinagre, zona rural de Itapecuru Mirim. Investigações levaram a polícia ao taxista, que teve a prisão preventiva decretada juntamente com a  esposa. 

Depois da prisão do país,  Patrícia foi a polícia e fez o primeiro depoimento, afirmado tratar se de um feto resultado de um aborto espontâneo, fato desmentido agora pelo laudo da perícia técnica que afirma tratar se do corpo de uma criança de três meses de idade. 

Por conta da contradição entre o depoimento e o laudo técnico, a justiça determinou a prisão de Patrícia, ela deve ser reinquirida pelas autoridades.

   
   

Comentários

Clinica Santo André

Clinica Santo André

Ouça a Rádio Voz de Arari

PLAYER