segunda-feira, 21 de outubro de 2019

Jornalista é agredido por presidente da Câmara de Vereadores



Registrado mais um caso de atentado à liberdade de imprensa no Maranhão -Em nota assinada pelo jornalista Douglas Cunha - Presidente do SINJOR-SLZ, o Sindicato dos Jornalistas repudia o grave atentado a liberdade de expressão, lamenta as agressões covardes e insanas praticadas contra o apresentador, ao tempo em que manifesta solidariedade ao profissional de imprensa covardemente agredido. "observa-se que no Maranhão, em pleno Século XXI , ainda se pratica a teórica do posso e faço, ao arrepio da lei em prol dos desmandos, conduta que atinge gravemente a democracia, o direito da população à informação e a liberdade de expressão. O nosso repúdio a este tipo de conduta."  

Infelizmente alguns políticos ainda não entenderam que os tempos de ditadura e censura ficaram para trás e que todo ranço autoritário foi abolido e extirpado pelo estado democrático de direito. 

Passados já mais de três décadas da promulgação da Constituição Federal de 1988 que consagrou de uma vez por todas a ampla liberdade de expressão, muitos ainda insistem em ignorar, violar e infringir o que preceitua a Carta Magna.       

A estes nada mais resta a não ser a punição exemplar com base na legislação vigente, além do forte repúdio popular, da sociedade civil organizada, e das entidades de classe.

Apresentador
Willian Vieira 
Na manhã do último sábado (19), o radialista e apresentador de televisão, William Vieira foi vítima de um covarde e insano ato de agressão física e moral perpetrado por uma autoridade que em tese deveria defender e zelar pela ampla e irrestrita liberdade de pensamento e expressão.


Conforme Boletim de Ocorrência 118961, registrado em 19/10/2019, na 5ª Delegacia regional de Pinheiro, a vitima - William Vieira - foi agredido  física e moralmente pelo vereador e presidente da Câmara do município de Palmeirândia, Raimundo André Souza Soares, o Dico de Dedeco, de 44 anos. O lamentável fato ocorreu por volta das 10h da manhã, na rua Hélio Costa, centro de Pinheiro, nas proximidades da escola Pernat Jhonson. 

Conforme relatos da vítima, o agressor estava transtornado e teria agido de forma truculenta, além das agressões físicas e morais Willian Vieira afirma ter sido coagido, ameaçado e humilhado pelo vereador, que a todo custo tentava tomar o celular do apresentadorCom uma das mãos sempre debaixo da camisa, o edil simulava estar de posse de um arma de fogo.

Em nota assinada pelo jornalista Douglas Cunha - Presidente do SINJOR-SLZ, o Sindicato dos Jornalistas repudia o grave atentado a liberdade de expressão, lamenta as agressões covardes e insanas praticadas contra o apresentador, ao tempo em que manifesta solidariedade ao profissional de imprensa covardemente agredido. "observa-se que no Maranhão, em pleno Século XXI , ainda se pratica a teórica do posso e faço, ao arrepio da lei em prol dos desmandos, conduta que atinge gravemente a democracia, o direito da população à informação e a liberdade de expressão. O nosso repúdio a este tipo de conduta." 

   NOTA DE REPÚDIO - SINDICATO DOS JORNALISTAS 

Mais um caso de agressão física e moral com ameaças a um comunicador é registrado no interior do estado. Desta vez na cidade Pinheiro, na Baixada, onde um sujeito de vulgo "Dico de Dedeco", vereador presidente da Câmara Municipal de Palmeirândia , sem argumentos para responder as críticas à sua administração, do alto da sua truculência, agrediu o apresentador Willian Vieira a quem dirigiu pesados insultos e o agrediu fisicamente, não se registrando uma tragédia em face a interveniência de pessoas sensatas.

Dessa forma, observa-se que no Maranhão, em pleno Século XXI , ainda se pratica a teórica do posso e faço, ao arrepio da lei em prol dos desmandos, conduta que atinge gravemente a democracia, o direito da população à informação e a liberdade de expressão. 

O nosso repúdio a este tipo de conduta.

Nossa solidariedade ao profissional de imprensa covardemente agredido.

Douglas Cunha - Presidente SINJOR-SLZ                      

Além de denunciar á polícia a covarde agressão de que foi vítima, Willian  Vieira também utilizou seu blog para tornar público o grave atentado contra a liberdade de expressão.       
  

Quem não tem trabalho ou conteúdo parte pra violência, isso é fato!


Em Palmeirândia os ânimos de certos agentes que se dizem defensores da população está exaltado, pois de forma inesperada e muito covardemente o então presidente da câmara DICO de DEDECO, atacou neste sábado dia 19 de outubro de 2019, por volta das 10h na rua Hélio Costa em Pinheiro, o apresentador Willian Vieira de maneira vil unicamente pela real liberdade de imprensa que é um direito que assiste a qualquer brasileiro e como radialista e apresentador de TV, Willian exerce como profissão, investigando e denunciando quando cabível. 

O vereador fez várias ameaças e partiu pro debate não só ideológico mas físico, ferindo William Vieira no dedo tendo em vista as tentativas de agressão que sofreu o repórter que apenas se defendeu de modo legítimo saiu quase ileso. 

O presidente da câmara mostrou sua estupidez, seu despreparo e desespero. Dico já é contumaz na prática de ameaças e tenta de qualquer maneira calar a boca de quem fala das suas mazelas e de sua administração desastrosa a frente da câmara de Palmeirândia.

O edil ficou transtornado quando pediu para ser entrevistado no programa de rádio e foi sugerido que ele se dirigisse a direção da emissora.

O parlamentar pensa que ainda vive no tempo ditatorial.Mas é isso que acontece quando se mostra a verdade e desafia se os poderosos.

Caro vereador a censura acabou ha décadas e para sua informação estamos numa democracia e essa é uma garantia inalienável de qualquer indivíduo no Brasil. A lei existe para ser cumprida e se quiser ser ouvido primeiro trate de se portar de forma digna e madura. Não iremos nos calar! Sempre a favor da atuação imparcial e comprometida da comunicação social doa a quem doer, justiça será feita.



Art. 220. A manifestação do pensamento, a criação, a expressão e a informação, sob qualquer forma, processo ou veículo não sofrerão qualquer restrição, observado o disposto nesta Constituição.
§ 1º - Nenhuma lei conterá dispositivo que possa constituir embaraço à plena liberdade de informação jornalística em qualquer veículo de comunicação social, observado o disposto no art. 5º, IV, V, X, XIII e XIV.
§ 2º - É vedada toda e qualquer censura de natureza política, ideológica e artística.
Postagem mais recente Postagem mais antiga Página inicial

0 comentários:

Postar um comentário

Credibilidade é o nosso maior patrimônio

Nosso objetivo é fazer jornalismo com seriedade, produzindo conteúdo regional, sobre política, economia, sociedade e atualidade, na forma de opinião, editorial e criticas.

Não usamos de artifícios como sensacionalismo, imagens apelativas, chocantes ou degradantes, tampouco textos, frases, ou palavras chulas para obter acessos.

Não somos o primeiro a divulgar a informação, mas somos quem apresenta o conteúdo checado, aprofundado e diferenciado.

Aqui oferecemos aquele algo mais que ainda não foi dito, ou ainda não foi mostrado.

Noticias qualquer um pode divulgar, mas com apuração e seriedade só aqui.

Comentários anônimos, ou que contenham, palavrões, pornografia, ataques pessoais, calúnias ou difamações não serão publicados.

Jornalista Abimael Costa

Ouça a Rádio Voz de Arari

PLAYER

LG Contabilidade Pública

LG Contabilidade Pública

Clinica Santo André

Clinica Santo André

Ouça a Rádio Voz de Arari

PLAYER

Apoie, assine e compartilhe

Crie seu próprio questionário de feedback de usuário

REGISTRO - 1608/MA

REGISTRO - 1608/MA

O amanhã é hoje

O amanhã é hoje

DISQUE DENÚNCIA - MIRANDA DO NORTE

DISQUE DENÚNCIA - MIRANDA DO NORTE

...

...

GCL - CONSTRUÇÕES

GCL - CONSTRUÇÕES

Fale Comigo

Nome

E-mail *

Mensagem *