quarta-feira, 30 de outubro de 2019

Sem sinalização, perímetro urbano da BR-135 em Miranda do Norte registra duas mortes em três acidentes nos últimos sete dias




Menos de 48h depois de um motociclista morrer vitima de colisão no perímetro urbano de Miranda do Norte - BR-135, um novo acidente foi registrado no mesmo local, no começo da noite da última terça-feira (29). Desta vez uma colisão frontal envolvendo dois automóveis por pouco não termina em mais uma tragédia.

Sem fiscalização, sinalização e sem qualquer tipo de redutor de velocidade, seja eletrônico ou físico, além da falta de iluminação, o trecho da BR-135 que corta o município de Miranda do Norte está cada vez mais perigoso e complicado para o trânsito de veículos, motociclistas, ciclistas e pedestres. Exigindo cuidado e atenção redobrada dos usuários da via. 

Em alguns locais de maior concentração de pedestres, como no cruzamento da Rua do Sol com a João Mariano o risco de ser atropelado na BR-135 é muito grande, por conta do tráfego intenso e da falta de sinalização. Idosos, crianças e pessoas com deficiência  são as que mais sofrem com o descaso das autoridades.

Na tarde da última terça-feira (22), um motociclista morreu vítima de colisão com um automóvel nas proximidades do cruzamento da Rua do Sol com a João Mariano - BR-135, perímetro urbano de Miranda do Norte.



No início da noite do último domingo (27), Divinal de Jesus Santana Aires, 54 anos, residente em Miranda do Norte, trafegava em uma motocicleta pela BR-135, na altura do km 130, perímetro urbano de Miranda do Norte, nas proximidades da Pousada Cantanhede, quando teria sido atingido por um veículo ainda não identificado. Encontrada desacordada às margens da rodovia federal, a vitima foi socorrido ainda com vida, mas infelizmente não resistiu e morreu ainda no local do acidente.

Não é possível que o DNIT se mantenha insensível e surdo aos apelos da população que clama por uma solução rápida e eficaz. É preciso garantir e preservar a integridade física daqueles que trafegam pela via, além de assegurar segurança e conforto aos pedestres que precisam cruzar a rodovia de um lado para o outro.

É urgente e inadiável a solução deste grave problema de mobilidade urbana que aflige Miranda do Norte. Quantos ainda precisam morrer para sensibilizar o poder público a forçar os responsáveis pela rodovia federal a tomar uma providencia? Em menos de uma semana foram registrados três acidentes com duas mortes, além dos danos materiais.  

     




Postagem mais recente Postagem mais antiga Página inicial

0 comentários:

Postar um comentário

Credibilidade é o nosso maior patrimônio

Nosso objetivo é fazer jornalismo com seriedade, produzindo conteúdo regional, sobre política, economia, sociedade e atualidade, na forma de opinião, editorial e criticas.

Não usamos de artifícios como sensacionalismo, imagens apelativas, chocantes ou degradantes, tampouco textos, frases, ou palavras chulas para obter acessos.

Não somos o primeiro a divulgar a informação, mas somos quem apresenta o conteúdo checado, aprofundado e diferenciado.

Aqui oferecemos aquele algo mais que ainda não foi dito, ou ainda não foi mostrado.

Noticias qualquer um pode divulgar, mas com apuração e seriedade só aqui.

Comentários anônimos, ou que contenham, palavrões, pornografia, ataques pessoais, calúnias ou difamações não serão publicados.

Jornalista Abimael Costa

Ouça a Rádio Voz de Arari

PLAYER

LG Contabilidade Pública

LG Contabilidade Pública

Clinica Santo André

Clinica Santo André

Ouça a Rádio Voz de Arari

PLAYER

Apoie, assine e compartilhe

Crie seu próprio questionário de feedback de usuário

REGISTRO - 1608/MA

REGISTRO - 1608/MA

O amanhã é hoje

O amanhã é hoje

DISQUE DENÚNCIA - MIRANDA DO NORTE

DISQUE DENÚNCIA - MIRANDA DO NORTE

...

...

GCL - CONSTRUÇÕES

GCL - CONSTRUÇÕES

Fale Comigo

Nome

E-mail *

Mensagem *