Pular para o conteúdo principal

Crônica de um prefeito quase perfeito: o lixão que envergonha Arari e atormenta os moradores de Moitas


Poucos municípios maranhenses tem o privilégio de ter um prefeito que trabalha de janeiro a janeiro. Arari está entre as cidades que tem esse privilégio. Djalma Melo é trabalhador, isso ninguém pode negar. A essa extraordinária qualidade soma-se a sua devoção religiosa. Assim, o município de Arari tem a sorte de ser governado por um homem de Deus, “iluminado” e eficiente. 

Um prefeito quase perfeito

Djalma Melo contabiliza grandes feitos, entretanto, quando o assunto é “lixão”, a luminosidade do prefeito perde o brilho. Os moradores de Moitas sabem muito bem disso. Senão vejamos. 


A mineradora multinacional Vale depositou R$ 320.000,00 na conta da prefeitura para o pagamento das despesas com a elaboração do Plano Municipal de Saneamento Básico. Mas, ninguém tomou conhecimento da metodologia utilizada na elaboração do Plano; não se tem conhecimento sobre o diagnóstico e não se tem registros dos locais, datas e horários das audiências públicas, etapa indispensável no processo de elaboração do Plano. 

Talvez, tudo que há de hermético nessa questão seja a causa determinante da falta de ações referentes à questão ambiental em Arari. Dessa forma, a eficiente gestão do prefeito iluminado entra em contagem regressiva sem que o problema do lixão, localizado às margens da BR-222, nas imediações da estrada de acesso ao povoado Moitas, seja solucionado. 



O descarte irregular de lixo continua poluindo o meio ambiente, contaminando as águas do igarapé que deságua no Rio Mearim e causando sérios danos à saúde da população. A população de Moitas não merece respeito? 

Diante dessa vergonhosa situação outra pergunta é inevitável: o que foi feito com os R$ 320.000,00 que a Vale deu para financiar a elaboração do Plano Municipal de Saneamento Básico? Não se pode negar a capacidade empreendedora de Djalma Melo. Também é de se imaginar que um homem tão apegado aos ensinamentos de Deus não seja capaz de cometer pecados que possam desviá-lo dos caminhos do céu. 

Djalma Melo é um prefeito quase perfeito, porém, no quesito transparência, Arari vive na completa escuridão, as respostas nunca eliminam totalmente as dúvidas. O prefeito é iluminado, mas os atos administrativos carecem de luz. De janeiro a janeiro.

Comentários

OUÇA a RÁDIO VOZ DE ARARI

Denuncie, seja os olhos e os ouvidos da polícia!

Clinica Santo André

Clinica Santo André

LG Contabilidade Pública

LG Contabilidade Pública