segunda-feira, 27 de abril de 2020

Mulher é autuada por propagar fake news sobre contaminação de COVID-19 em Miranda do Norte


Uma mulher de 47 anos foi autuada pela Polícia Civil na manhã desta segunda-feira (27), em Miranda do Norte  por contravenção penal inerente à provocar alarma de perigo inexistente, ocasionando pânico na população local. A investigada teria divulgado áudios em grupos de redes sociais locais afirmando que seu marido estaria contaminado com o novo coronavírus e estaria desrespeitando a quarentena, indo para locais públicos com o intuito de contaminar terceiros.

À Polícia, a acusada alegou durante interrogatório, saber da não infecção de seu marido, mas  que resolveu praticar tais atos por estar com raiva do companheiro, em razão dele estar saindo de casa para ir gastar o dinheiro recebido no acerto do seu último emprego em bares da região. 






Nenhum comentário:

Postar um comentário

Credibilidade é o nosso maior patrimônio

Nosso objetivo é fazer jornalismo com seriedade, produzindo conteúdo regional, sobre política, economia, sociedade e atualidade, na forma de opinião, editorial e criticas.

Não usamos de artifícios como sensacionalismo, imagens apelativas, chocantes ou degradantes, tampouco textos, frases, ou palavras chulas para obter acessos.

Não somos o primeiro a divulgar a informação, mas somos quem apresenta o conteúdo checado, aprofundado e diferenciado.

Aqui oferecemos aquele algo mais que ainda não foi dito, ou ainda não foi mostrado.

Noticias qualquer um pode divulgar, mas com apuração e seriedade só aqui.

Comentários anônimos, ou que contenham, palavrões, pornografia, ataques pessoais, calúnias ou difamações não serão publicados.

Jornalista Abimael Costa