sábado, 18 de abril de 2020

Piloto morre carbonizado ao tentar aterrissar avião em rodovia federal no Maranhão


Um acidente inusitado, envolvendo um avião monomotor agrícola e um caminhão baú registrado Por volta das 09h50 da manhã deste sábado (18), no km 165,5 da BR-135, no município de São Mateus do Maranhão, norte do Maranhão resultou na morte do piloto do bimotor, que teve o corpo carbonizado depois que a aeronave explodiu.

Pane, colisão e explosão

Uma equipe da Polícia Rodoviária Federal (PRF) passava pelo local no momento do ocorrido. Os policiais realizavam serviço de batedor para carga excedente, quando a aeronave passou sobre a viatura em baixíssima altitude. O piloto tentou aterrissar na BR, atingiu o solo, mas foi surpreendido por um caminhão baú que viajava no sentido contrário (São Mateus para Miranda do Norte). Ele ainda tentou arremeter, mas não conseguiu. 

A ponta da asa esquerda do avião bateu na coluna e no para-brisa do caminhão, deu um giro e bateu com forca no solo, próximo ao acostamento da rodovia. O incêndio tomou conta da aeronave, que foi consumida rapidamente pelas chamas. O piloto morreu carbonizado.

A equipe PRF faz os levantamentos para em seguida divulgar as informações relativa ao prefixo do avião e a identificação do piloto.

Só o piloto

A notícia da tragédia se espalhou rapidamente. Alguns sítios eletrônicos divulgaram a possibilidade de duas pessoas estarem no avião no momento do ocorrido, mas a informação não foi confirmada pelos policiais rodoviários federais, que após as chamas se apagarem só visualizaram um corpo em meio às cinzas. 

O condutor do caminhão não se feriu.

Até o final do plantão à meia noite, a PRF deverá divulgar novas informações sobre o acidente. 

Fonte: PRF

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Credibilidade é o nosso maior patrimônio

Nosso objetivo é fazer jornalismo com seriedade, produzindo conteúdo regional, sobre política, economia, sociedade e atualidade, na forma de opinião, editorial e criticas.

Não usamos de artifícios como sensacionalismo, imagens apelativas, chocantes ou degradantes, tampouco textos, frases, ou palavras chulas para obter acessos.

Não somos o primeiro a divulgar a informação, mas somos quem apresenta o conteúdo checado, aprofundado e diferenciado.

Aqui oferecemos aquele algo mais que ainda não foi dito, ou ainda não foi mostrado.

Noticias qualquer um pode divulgar, mas com apuração e seriedade só aqui.

Comentários anônimos, ou que contenham, palavrões, pornografia, ataques pessoais, calúnias ou difamações não serão publicados.

Jornalista Abimael Costa