segunda-feira, 15 de junho de 2020

Prefeitura pagou 18% do valor orçado, pelos serviços de sanitização de prédios e vias públicas em Cantanhede


Documentação comprova que serviços de sanitização de prédios e vias públicas em Cantanhede custaram em média 18% do valor orçado 

Em Cantanhede, o prefeito Marco Antonio Ruivo se desdobra em diversas frentes de batalha. A prioridade é a luta no combate a covid-19 aliada a implementação de ações para mitigar os efeitos da pandemia no município. 

Em outra frente a gestão trabalha para conter, combater, anular e neutralizar ações coordenadas e integradas de ataques a gestão, lideradas e encabeçadas por grupos e lideranças de oposição que vergonhosamente usam o vírus e a pandemia como principal aliado, transformando-o “cabo eleitoral”. 

Seguro e consciente da legalidade de seus atos e ações, o prefeito Ruivo se mantém firme aos princípios da legalidade, impessoalidade, moralidade, publicidade e eficiência, norteadores da administração pública.

Insinuações e tentativas de confundir a opinião pública, provocar dúvida e desconfiança sobre a seriedade, a ética e a lisura da administração terão resposta imediata e firme por parte da gestão municipal. Sobre o tema cabe esclarecer e clarear alguns pontos sobre os serviços de sanitização realizados em Cantanhede: 

Como parte das ações de combate a pandemia, a gestão promoveu recentemente ações de sanitização de prédios, espaços e vias públicas do município de Cantanhede. Para execução destes serviços o município contratou a empresa R.Macedo Soares com previsão de gastos orçada em: 333.960,00 - trezentos e trinta e três mil novecentos e sessenta reais -.

Os serviços foram realizados pela R. Macedo Soares conforme imagens amplamente divulgadas pela ASSECOM do município, nas vias públicas e nos prédios públicos: Hospital Santa Filomena, Prefeitura Municipal, UBS 1° de Maio, UBS Alto São Raimundo, UBS Cajui, UBS Vila Palmeira, Posto Saúde Cloves Chaves, CRAS, CREAS, Secretaria de Educação, Secretaria de Saúde, Escola Pedro Freitas e Centro comunitário de múltiplo uso.

Os serviços efetuados foram empenhados e pagos no valor de R$ 60.000.00 - cerca de 18% do valor inicial de R$ 333.960,00 - trezentos e trinta e três mil novecentos e sessenta reais -.previsto no contrato. O que equivale afirmar ser enganosa e falsa a informação de que o município teria pago R$ 333.960,00 pelos serviços, como também é inverídica e fantasiosa a noticia de que os serviços de sanitização foram efetuados por funcionários públicos municipais.  

O prefeito Ruivo reafirma a disposição de seguir fazendo o bom combate, usando sempre a verdade, a coerência, a transparência e a seriedade como arma e escudo nesta batalha desigual e covarde contra as forças do mal. 















Nenhum comentário:

Postar um comentário

Credibilidade é o nosso maior patrimônio

Nosso objetivo é fazer jornalismo com seriedade, produzindo conteúdo regional, sobre política, economia, sociedade e atualidade, na forma de opinião, editorial e criticas.

Não usamos de artifícios como sensacionalismo, imagens apelativas, chocantes ou degradantes, tampouco textos, frases, ou palavras chulas para obter acessos.

Não somos o primeiro a divulgar a informação, mas somos quem apresenta o conteúdo checado, aprofundado e diferenciado.

Aqui oferecemos aquele algo mais que ainda não foi dito, ou ainda não foi mostrado.

Noticias qualquer um pode divulgar, mas com apuração e seriedade só aqui.

Comentários anônimos, ou que contenham, palavrões, pornografia, ataques pessoais, calúnias ou difamações não serão publicados.

Jornalista Abimael Costa