Pular para o conteúdo principal

Operação Display: Polícia Civil prende suspeitos por armazenar e divulgar vídeos e imagens íntimas de adolescente em Miranda do Norte


Operação Display deflagrada na manhã desta quarta-feira (15), pela Polícia Civil de Miranda do Norte  com o objetivo de combater crimes digitais, cumpriu mandados de busca e apreensão na residência de suspeitos de armazenar e divulgar vídeos e imagens íntimas de adolescentes da cidade e região por meio da internet através de redes sociais. Quatro pessoas foram presas em flagrante delito.


PRISÕES


Quatro pessoas foram presas em flagrante delito, três delas,  pelos crimes de armazenamento de mídias pornográficas de adolescente e também por divulgação dessas mídias. 


A soma das penas desses dois crimes totalizam quase 09 anos de prisão, não sendo cabível fiança criminal. O trio foi encaminhados ao presídio de Itapecuru Mirim.


O quarto investigado, preso pelo crime de armazenamento de mídias pornográficas, em que a pena máxima para esse crime é de 04 anos prisão, pagou fiança criminal e foi liberado para responder em liberdade.


SUSPEITOS


Vários outros suspeitos de participação na prática de crimes digitais em Miranda do Norte, já foram identificados pela Polícia Civil, e não foram presas nesta 1ª fase da operação por não terem sido localizados.


ENTENDA O CASO 


Após tomar conhecimento de que uma adolescente de 16 anos de idade teve vários fotos e vídeos íntimos divulgados nos últimos dias em redes sociais,  nesta cidade, o Delegado de Polícia Civil de Miranda do Norte, Renilto Ferreira    iniciou minuciosa  investigação  que terminou por apontar as autorias, posteriormente representados por mandados de buscas nas residências de alguns suspeitos.


DELEGADO ALERTA SOBRE AS CONSEQUÊNCIAS DA PRÁTICA CRIMINOSA  


O delegado Renilto Ferreira faz um alerta sobre o crime de armazenamento e compartilhamento de  fotos e vídeos íntimos de menores de idade.  “Esclarecemos que tais condutas representam crimes muito graves e qualquer pessoa que mantenha esse tipo de mídia armazenada em seu celular ou outro mecanismo de armazenamento configura crime. 


Um outro crime punido de forma autônoma e ainda mais grave é fazer a divulgação dessas mídias, o repasse a terceiros, independente de como tenha tido acesso a essas material pornográfico.” esclarece o delegado.  


DENUNCIE

“Por fim, diante da notícia dessa prática criminosa em várias grupos de conversa via aplicativos de mensagem, pedimos a sociedade que procedam a denúncias anônimas através de nossas redes sociais”


 Instagram polícia_civil-miranda-oficial 


Whatsapp:  98 98465 2125 -  mandando prints



Comentários

OUÇA a RÁDIO VOZ DE ARARI

Denuncie, seja os olhos e os ouvidos da polícia!

Clinica Santo André

Clinica Santo André

LG Contabilidade Pública

LG Contabilidade Pública