domingo, 30 de agosto de 2020

Avanço do conservadorismo fortalece intifada puritana

Os puritanos estão em todos os lugares, arvorando-se donos da "verdade" agem como se estivessem acima do bem e do mal. 

Auto-proclamados vestais da moral e da ética atuam como juízes da sociedade, apontando o dedo para tudo e para todos considerados fora dos "padrões aceitáveis".

Trazem na ponta da língua a receita pronta para solucionar todos os problemas e mazelas do município, do estado do pais e do mundo.Vorazes em atacar reputações, investem pesado no combate aos bárbaros infiéis. 

Na política atiram pedras em todos que consideram fora dos seus padrões éticos e sagrados. 

Quem ousa fugir do modelo ideal de "cidadão" torna-se inimigo numero UM da clã xiita liderada por os assim chamados "cidadãos de bem".

É proibido pensar ou manifestar opinião contrária. Defender causas e movimentos não aprovados pelos puritanos é motivo para excomunhão súmaria.

Conservadores por conveniência, os puritanos ostentam credo religioso, cor, opção sexual e naturalidade como "virtudes" que os torna donos da "verdade".

Os que não se enquadram no modelo pré-estabelecido são marginalizados, passam para a clandestinidade, tornam-se persona non grata, devem contentar-se com o baixo clero, afinal cometeram o pecado mortal de blasfemar contra a verdade" puritana. 

O velho Nietzsche é quem nos socorre nestes momentos “A verdade e a mentira são construções que decorrem da vida no rebanho e da linguagem que lhe corresponde. O homem do rebanho chama de verdade aquilo que o conserva no rebanho e chama de mentira aquilo que o ameaça ou exclui do rebanho. (…) Portanto, em primeiro lugar, a verdade é a verdade do rebanho.”


Abimael Costa, 55, jornalista - Ítaca, 30 de agosto de 2020

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Credibilidade é o nosso maior patrimônio

Nosso objetivo é fazer jornalismo com seriedade, produzindo conteúdo regional, sobre política, economia, sociedade e atualidade, na forma de opinião, editorial e criticas.

Não usamos de artifícios como sensacionalismo, imagens apelativas, chocantes ou degradantes, tampouco textos, frases, ou palavras chulas para obter acessos.

Não somos o primeiro a divulgar a informação, mas somos quem apresenta o conteúdo checado, aprofundado e diferenciado.

Aqui oferecemos aquele algo mais que ainda não foi dito, ou ainda não foi mostrado.

Noticias qualquer um pode divulgar, mas com apuração e seriedade só aqui.

Comentários anônimos, ou que contenham, palavrões, pornografia, ataques pessoais, calúnias ou difamações não serão publicados.

Jornalista Abimael Costa