segunda-feira, 11 de janeiro de 2021

MATÕES DO NORTE: Polícia Civil elucida execução e prende suspeito de participação no crime

Cinco dias após o corpo de Cláudio Martins Marques - KAIKE - ter sido encontrado por populares em Matões do Norte, com sinais de tortura e pés e mãos amarradas, a Polícia Civil elucidou o crime e cumpriu mandado de prisão contra um suspeito de participação na execução.

Operação conjunta deflagrada nesta segunda (11), pela Polícia Civil do Maranhão, por intermédio das delegacias de Polícia de Miranda do Norte, Cantanhede e do plantão da Delegacia Regional de Itapecuru Mirim, resultou na prisão de D. A. C., 23 anos, morador de Cantanhede.

 A detenção do suspeito tem como base investigações realizadas pela Polícia Civil que apontam  D. A. C., 23 anos, morador de Cantanhede como a pessoa que teria atraído a vítima e o levado até o carro onde estavam os executores.

Após ser colocado no veículo usado no crime, "Kaike" teve suas mãos e pés amarrados e foi torturado desde a cidade de Cantanhede até o local onde foi executado em Matões do Norte.

De posse desses dados o Delegado titular da DEPOL de Miranda do Norte, Renilton Ferreira, representou na tarde de ontem - domingo (10), pela prisão temporária do suspeito, deferido pelo plantão judicial  o mandado de prisão foi cumprido nesta segunda-feira (11).

Em depoimento, o suspeito além de confessar participação no crime e relatar detalhes de como tudo ocorreu, afirmou não sentir remorso em ter levado a vítima para ser executada.

O detido foi encaminhado a UPR de Itapecuru Mirim onde encontra-se a disposição da justiça.

Qualquer informação sobre essa execução, favor entrar em contato pelo WhatsApp 98 98465 2125 ou pelo Instagram policia_civil_miranda_oficial. Sua denúncia é recebida apenas pelo delegado titular e o anonimato é garantido.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Credibilidade é o nosso maior patrimônio

Nosso objetivo é fazer jornalismo com seriedade, produzindo conteúdo regional, sobre política, economia, sociedade e atualidade, na forma de opinião, editorial e criticas.

Não usamos de artifícios como sensacionalismo, imagens apelativas, chocantes ou degradantes, tampouco textos, frases, ou palavras chulas para obter acessos.

Não somos o primeiro a divulgar a informação, mas somos quem apresenta o conteúdo checado, aprofundado e diferenciado.

Aqui oferecemos aquele algo mais que ainda não foi dito, ou ainda não foi mostrado.

Noticias qualquer um pode divulgar, mas com apuração e seriedade só aqui.

Comentários anônimos, ou que contenham, palavrões, pornografia, ataques pessoais, calúnias ou difamações não serão publicados.

Jornalista Abimael Costa