sexta-feira, 5 de fevereiro de 2021

118 pessoas morreram vitimadas pela Covid-19 nos últimos 15 dias no Maranhão



Nos últimos 15 dias, 118 pessoas morreram vítimas da covid-19 no Maranhão, no mesmo período foram registrados 4.785 novos casos da doença, enquanto outras 3.456 pessoas se recuperaram da infecção.

Hospitais particulares de São Luís  - Sâo Domingos e UDI - estão com taxa de  ocupação de leitos de UTI acima de 90%. Enquanto na Grande Ilha a taxa de ocupação de leitos de UTI é de 89.19%, em Imperatriz o percentual é de 90,63%


Conforme boletim oficial da última quinta-feira (04),  904 pessoas estão internadas, destas, 390 em leitos de UTI. Outras 6655 estão em isolamento domiciliar.



Enquanto na grande Ilha a taxa de ocupação de leitos de UTI é de 89.19%, em Imperatriz o percentual é de 90,63%.


O número total de leitos ocupados - UTI e CLÍNICO - saltou de 630 em 20/01 para 904 em 04/02. Um aumento superior a 43% em 15 dias.

Em 20/01, 268 leitos de UTI exclusivo COVID estavam ocupados, na última quinta (04), a ocupação era de 390, uma alta de 45% - 122 UTI a mais.

Enquanto na grande Ilha a taxa de ocupação de leitos de UTI é de 89.19%, em Imperatriz o percentual é de 90,63%

Leitos clínicos ocupados passaram de 362 em 20/01 para 514 em 04/02 - alta de 43%.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Credibilidade é o nosso maior patrimônio

Nosso objetivo é fazer jornalismo com seriedade, produzindo conteúdo regional, sobre política, economia, sociedade e atualidade, na forma de opinião, editorial e criticas.

Não usamos de artifícios como sensacionalismo, imagens apelativas, chocantes ou degradantes, tampouco textos, frases, ou palavras chulas para obter acessos.

Não somos o primeiro a divulgar a informação, mas somos quem apresenta o conteúdo checado, aprofundado e diferenciado.

Aqui oferecemos aquele algo mais que ainda não foi dito, ou ainda não foi mostrado.

Noticias qualquer um pode divulgar, mas com apuração e seriedade só aqui.

Comentários anônimos, ou que contenham, palavrões, pornografia, ataques pessoais, calúnias ou difamações não serão publicados.

Jornalista Abimael Costa