sexta-feira, 28 de maio de 2021

Hildo Rocha propõe suspensão de pagamentos de parcelas do Fies


O deputado federal Hildo Rocha apresentou Indicação (INC 511/2021) propondo que as parcelas devidas por beneficiários do Fies em 2021, sejam suspensas nos moldes da medida adotada em 2020. O parlamentar ressaltou que no ano passado o parlamento brasileiro aprovou a criação do Programa de Regularização do Fies, que socorreu estudantes universitários.


Hildo Rocha enfatizou que a suspensão de pagamentos das parcelas devidas ao Fies em 2020 foi essencial para que as famílias dos beneficiários do Programa pudessem diminuir os fardos financeiro-econômicos ocasionados pelos efeitos da pandemia do coronavírus (Covid-19).

“Entretanto, a crise provocada pela pandemia se agravou. Em razão dessa realidade apresentei proposta para que as dívidas do Fies, de 2020, e parcelas anteriores já vencidas, sejam todas suspensas e que seja feito novo parcelamento a fim de amenizar as dificuldades enfrentadas por estudantes que utilizam, ou que tenham utilizado o Fies e estão com dificuldades para pagar as parcelas do empréstimo”, justificou Hildo Rocha.

Percentual de inadimplência é altíssimo

O parlamentar destacou que aproximadamente 70% dos beneficiários do Fies encontram-se inadimplentes. “A minha proposta é que o Programa Especial de Regularização do fies tenha sua validade prorrogada por mais este ano porque, de maneira geral, a renda das famílias diminuiu. Assim, a suspensão de pagamentos é um meio de não aumentar a inadimplência e não ampliar a dívida já existente”, argumentou o deputado.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Credibilidade é o nosso maior patrimônio

Nosso objetivo é fazer jornalismo com seriedade, produzindo conteúdo regional, sobre política, economia, sociedade e atualidade, na forma de opinião, editorial e criticas.

Não usamos de artifícios como sensacionalismo, imagens apelativas, chocantes ou degradantes, tampouco textos, frases, ou palavras chulas para obter acessos.

Não somos o primeiro a divulgar a informação, mas somos quem apresenta o conteúdo checado, aprofundado e diferenciado.

Aqui oferecemos aquele algo mais que ainda não foi dito, ou ainda não foi mostrado.

Noticias qualquer um pode divulgar, mas com apuração e seriedade só aqui.

Comentários anônimos, ou que contenham, palavrões, pornografia, ataques pessoais, calúnias ou difamações não serão publicados.

Jornalista Abimael Costa