domingo, 6 de junho de 2021

E nunca esqueça: te amamos Carlinhos



Por: Jorge Marvão 

Ei rapaz!!! Que foi isso ?

Como tu fazes isso? Vais embora sem dizer adeus, sem aquele abraço de despedida, sem uma palavra.

Isso não era para ter acontecido. Eu não consigo digerir essa notícia que me chega agora. Meu irmão, meu amigo, meu aluno, meu diretor pedagógico.

Quem vai me ligar agora me chamando de meu mestre e pedindo orientação e me confidenciando tantas coisas, confiando em mim e sendo aquele que eu também confidenciava tanta coisa?

Meu irmão de religião diferente da minha, mas tão próximo de mim, que orava comigo, que compartilhava da certeza que Deus cuidava e cuida de cada um de nós, e que mais importante de tudo era o que nos unia.

Meu irmão, só tu sabes o quanto eu te estimo e o quanto acreditava em teus ideais.

Como foi bom conviver com você, como era leve receber as orientações vindas de você.

Nunca foi fardo trabalhar com você, pelo contrário, sempre foi como um presente, uma graça.

E me dói bastante só poder expressar publicamente agora, apesar de ter lhe falado pessoalmente quando da minha transferência.

Você é um herói. E como herói lhe presto a minha homenagem: você é daqueles que ficará para sempre marcado em nossos corações.

Vai em paz amigo. Descanse nos braços do nosso Deus. Sinta-se abraçado e acolhido.

E nunca esqueça: te amamos Carlinhos.

Você fez valer a pena o tempo que convivestes conosco.

Que orgulho amigo de ter convivido com você, de ter partilhado tantas conversas, tantas situações e de receber tantos conselhos edificantes.

Obrigado, irmão, amigo por sua vida, por sua oferta, por seu ouvido atento, por seu coração tão generoso.

Obrigado, por você ter sido você comigo e por me permitir eu ser eu com você.

E agora que você está aí, junto do nosso Deus, o amado de nossos corações, dê aquele abraço bem gostoso Nele e peça pelo fim dessa pandemia.

E mais uma vez, lembre-se: te amamos.

Você fará muita falta e ainda está muito difícil aceitar sua partida tão breve. A ficha não cai.

Eu lembro da sua risada, da sua alegria e é essa lembrança que pretendo guardar.

Você é exemplo.
Você é Carlinhos.
Você é você.
Um forte abraço.
Te amo cara.

Vá em paz com a certeza do dever cumprido. Deus é Deus. E mais uma vez para finalizar:

TE AMO!

Jorge Marvão

05/06/2021

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Credibilidade é o nosso maior patrimônio

Nosso objetivo é fazer jornalismo com seriedade, produzindo conteúdo regional, sobre política, economia, sociedade e atualidade, na forma de opinião, editorial e criticas.

Não usamos de artifícios como sensacionalismo, imagens apelativas, chocantes ou degradantes, tampouco textos, frases, ou palavras chulas para obter acessos.

Não somos o primeiro a divulgar a informação, mas somos quem apresenta o conteúdo checado, aprofundado e diferenciado.

Aqui oferecemos aquele algo mais que ainda não foi dito, ou ainda não foi mostrado.

Noticias qualquer um pode divulgar, mas com apuração e seriedade só aqui.

Comentários anônimos, ou que contenham, palavrões, pornografia, ataques pessoais, calúnias ou difamações não serão publicados.

Jornalista Abimael Costa