Dia Mundial da Liberdade de Imprensa

Dia Mundial da Liberdade de Imprensa

sexta-feira, 17 de fevereiro de 2017

BR 222 pode romper entre Miranda do Norte e Arari


A força da água está prestes a cortar a BR 222 no km 264, entre Miranda do Norte e Arari

A partir da tarde desta sexta-feira, 17, a Polícia Rodoviária Federal começou a avisar os condutores de veículos pesados, especialmente caminhoneiros e carreteiros, a não trafegarem pelo km 264 da BR 222, no povoado Bubasa, situado entre o município de Miranda do Norte e Arari, na parte norte do Maranhão. Os veículos pesados podem utilizar a BR 316 como desvio. Passando por Bacabal. O deslocamento entre São Luís e Santa Inês pela BR, portanto, seria por Miranda do Norte, São Mateus do Maranhão, (povoado) Caxuxa, Bacabal, Pio XII e Santa Inês. Outro caminho possível é pelo Ferry Boat. Desembarcando no Cujupe, passando por São João Batista, Viana, Vitória do Mearim, Santa Inês. 





Atualizado em 20/02/17 às 18h40min

PRF divulga nota sobre FALSA INFORMAÇÃO de interdição da BR 222
A Polícia Rodoviária Federal informa que a partir desta segunda-feira (20) passou a circular nas redes sociais e aplicativos uma *FALSA INFORMAÇÃO* dando conta do rompimento da BR 222, no km 264, na localidade Bubasa, situada entre o Município de Miranda do Norte e Arari, na parte norte do estado do Maranhão. As principais imagens e informações que circulam não são da localidade supracitada, mas de um trecho da BR 222 no município de Abel Figueiredo, no estado do Pará. http://www.abimaelcosta.com.br/2017/02/prf-divulga-nota-sobre-falsa-informacao.html



Atualizado às 17h deste domingo (19):

ATUALIZADO em 18/02/17 - ÀS 20h20min

Povoado Bubasa, km 264 da BR 222

A Polícia Rodoviária Federal  (PRF) informa que o trânsito de veículos pesados no povoado Bubasa na BR 222, entre Miranda do Norte-MA e Arari, NÃO foi restringido. Existe apenas uma recomendação para que estes veículos evitem esse trecho afim de não danificarem ainda mais o pavimento já desgastado pelas chuvas e pelas águas que passam por baixo da via.


O nível da água baixou cerca de 70cm neste sábado (18), pois as chuvas começaram a diminuir. A empresa responsável pela manutenção do trecho colocou um PARE e SIGA* 24h no local, só passando no sentido crescente da via. O lado mais danificado do pavimento está isolado.

*Orientação manual do trânsito que fecha um dos sentidos da via enquanto libera o outro. Trabalho que será realizado diuturnamente enquanto perdurar o problema.


As fortes e constantes chuvas que caem naquela região estão danificando a base que dá suporte ao pavimento. As manilhas para escoamento das águas que passam por baixo do asfalto não estão suportando o grande volume de água. Por conta disto o pavimento pode romper a qualquer momento. O trânsito de caminhões e carretas pode acelerar a ruptura. 

O DNIT está ciente e encaminhou uma empresa para o local a fim de avaliar a situação. De acordo com os engenheiros que estiveram no povoado Bubasa, os serviços de recuperação só poderão ser iniciados quando parar de chover. 

Agentes da PRF passaram o dia no local sinalizando e advertindo os motoristas de veículos de carga a evitarem aquele trecho. Eles fizeram imagens dos danos ao pavimento a fim de prevenir os usuários da rodovia. O volume de chuvas no Maranhão e Piauí estão bem acima do volume verificado no ano anterior, o que pode acelerar a erosão do asfalto em alguns trechos, além de aumentar a quantidade de buracos na pista em determinadas regiões.


Dois desvios



1. Os veículos pesados podem utilizar a BR 316 como desvio. Passando por Bacabal. O deslocamento entre São Luís e Santa Inês pela BR, portanto, seria por Miranda do Norte, São Mateus do Maranhão, (povoado) Caxuxa, Bacabal, Pio XII e Santa Inês. 

2. Outro caminho possível é pelo Ferry Boat. Desembarcando no Cujupe, passando por São João Batista, Viana, Vitória do Mearim, Santa Inês. 





Postagem mais recente Postagem mais antiga Página inicial

0 comentários:

Postar um comentário

Credibilidade é o nosso maior patrimônio

Nosso objetivo é fazer jornalismo com seriedade, produzindo conteúdo regional, sobre política, economia, sociedade e atualidade, na forma de opinião, editorial e criticas. Não usamos de artifícios como sensacionalismo, imagens apelativas, chocantes ou degradantes, tampouco textos, frases, ou palavras chulas para obter acessos.

Não somos o primeiro a divulgar a informação, mas somos quem apresenta o conteúdo checado, aprofundado e diferenciado. Aqui oferecemos aquele algo mais que ainda não foi dito, ou ainda não foi mostrado. Noticias qualquer um pode divulgam, mas com apuração e seriedade só aqui.

Comentários anônimos, ou que contenham, palavrões, pornografia, ataques pessoais, calúnias ou difamações não serão publicados.

Jornalista Abimael Costa

Clinica Santo André

Clinica Santo André