Pular para o conteúdo principal

CMDCA/SL e CEDCA/MA repudiam assassinato de meninos da Vila Samara em São Luís


Em nota o Conselho Estadual dos direitos da Criança e do Adolescente do Maranhão - CEDCA/MA, e o Conselho Municipal dos Direitos da Criança e do Adolescente de São Luís (CMDCA/SL) manifestaram repúdio e indignação ao assassinato das crianças Erisvan da Silva Costa (12 anos) e Roberto da Luz dos Santos (11 anos) e à violência física contra dois adolescentes, no município de Bacabeira, a 53 km de São Luís. ENTENDA O CASO

NOTA DE REPÚDIO

O Conselho Municipal dos Direitos da Criança e do Adolescente de São Luís (CMDCA/SL) vem a público manifestar seu repúdio ao assassinato das crianças Erisvan da Silva Costa (12 anos) e Roberto da Luz dos Santos (11 anos) e à violência física contra dois adolescentes, no município de Bacabeira, a 53 km de São Luís. Os atos teriam sido cometidos pelo réu confesso Antonio Coelho Machado, na companhia de outro homem, por motivo banal.

Os crimes, além de chocarem toda a população, evidenciam a necessidade de punições rígidas à conduta dos assassinos e agressores, merecendo rechaço e apuração rigorosa das autoridades competentes, a fim de coibir esse tipo de prática criminosa, que traz danos irreversíveis à integridade das vítimas que sobreviveram, às famílias, à comunidade e à sociedade de forma geral. Além da frieza e da violência do crime, os assassinos cercearam de forma brutal a vida de duas crianças, interrompendo seus sonhos e projetos.

Tal repúdio é amparado nos movimentos que lutam pelos direitos humanos das crianças e dos adolescentes. A violência contra crianças e adolescentes não é, e jamais poderá ser, apresentada como uma questão menor. O fato é que duas crianças morreram e dois adolescentes estão hospitalizados por atos violentos e desumanos praticados por indivíduos inconsequentes, que devem ser retirados do convívio da sociedade.

Lamentamos que a trajetória de vida de crianças, adolescentes e jovens venha sendo atravessada e interrompida por ataques desse tipo, sobretudo, quando se tratam de crianças pobres, negras (os), moradoras (es) da periferia. Atos estes movidos pela intolerância, violência e falta de humanidade.

Nós, do CMDCA, destacamos ainda que a nossa luta é pela vida e dignidade de nossos meninos e meninas assolados cotidianamente pela violência. E reiteramos nossas sinceras condolências às famílias, externamos nosso repúdio aos crimes e permanecemos no anseio por justiça.

JANICELMA FERNANDES
PRESIDENTE DO CONSELHO MUNICIPAL DOS DIREITOS DAS CRIANÇAS E DOS ADOLESCENTES DE SÃO LUÍS (CMDCA/SL)


NOTA DE REPÚDIO

 O Conselho Estadual dos direitos da Criança e do Adolescente do Maranhão - CEDCA/MA, órgão deliberativo e de controle da política de Atendimento aos direitos da população infanto-juvenil do Estado, vem a público manifestar seu repúdio e indignação ao episódio que vitimou fatalmente adolescentes no Município de Bacabeira.

Manifestamos também nosso apoio e solidariedade às famílias das vítimas e à população dessa localidade, com a certeza de que exigiremos das autoridades do Sistema de segurança pública e justiça do Estado as devidas apurações e responsabilização dos autores desse crime hediondo, assim como providências que previnam situações como esta.

Por fim, manifestamos nossa indignação contra qualquer ato atentatório aos direitos e garantias fundamentais e ao extermínio da juventude empobrecida e vulnerabilizada de nosso Estado.

Comentários

Clinica Santo André

Clinica Santo André

Ouça a Rádio Voz de Arari

PLAYER