quinta-feira, 15 de julho de 2021

Polícia Civil prende suspeitos de matar o empresário José Augusto em Miranda do Norte

Está praticamente elucidado o crime de latrocínio que vitimou o empresário José Augusto Costa Martins, 61 anos, morto a tiros no centro de Miranda do Norte na manhã de 20 de abril último. Nesta quinta-feira (15), 85 dias após o crime, o delegado titular da Delegacia de Miranda do Norte, Dr. Renilton Ferreira anunciou a prisão de dois suspeitos de participação no assassinato. RELEMBRE O CRIME.

R. S. M. 30 anos, preso em Trizidela do Vale por equipes da regional de Polícia Civil de Pedreiras é apontado nas investigações como o autor do disparo a queima roupa, que terminou por matar o empresário.

Já B. N. C. M., 27 anos, preso em Miranda do Norte é apontado como a pessoa que deu apoio logística para os demais criminosos, se encarregando de promover a fuga destes após o crime, bem como o transporte da mercadoria roubada, não estando descartado que teria sido ele o responsável pelo levantamento dos dados e rotina da vítima para a prática do crime.

O mandado de prisão provisória contra B. N. C. M. foi cumprido no presídio de Itapecuru Mirim, haja visto que este suspeito já estava preso desde o dia 16/06/2021 em decorrência de uma operação da Polícia Civil de Miranda do Norte e Regional de Itapecuru Mirim justamente por suspeitas de seu envolvimento em tal latrocínio, sendo sua prisão temporária prorrogada e cumprida na data de hoje a pedido do Delegado Renilto Ferreira, para que outras diligências possam ser realizadas.

As investigações prosseguem em segredo de justiça, o Delegado Renilto espera prender nos próximos dias os demais envolvidos no crime.

Parabéns ao competente e destemido delegado Renilto Ferreira por sua firme atuação. Miranda do Norte agradece seu empenho, a resposta chegou, o crime não compensa!

O CRIME 

O empresário José Augusto Costa Martins, 61 anos, foi vítima de latrocínio no final da manhã de 20 de abril último, no centro de Miranda do Norte. Três bandidos, em duas motocicletas, atacaram o comerciante quando ele atendia uma cliente em uma residência próximo ao antigo Bar da Ladeira, na rua do Passeio.

Mesmo sem esboçar nenhuma reação, Zé Augusto foi assassinado a sangue frio, alvejado com disparo de arma de fogo. Após executar a vítima, os marginais abandonaram uma das motos e levaram o veículo da vítima, o carro foi localizado horas depois em uma vicinal, sem as mercadorias.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Credibilidade é o nosso maior patrimônio

Nosso objetivo é fazer jornalismo com seriedade, produzindo conteúdo regional, sobre política, economia, sociedade e atualidade, na forma de opinião, editorial e criticas.

Não usamos de artifícios como sensacionalismo, imagens apelativas, chocantes ou degradantes, tampouco textos, frases, ou palavras chulas para obter acessos.

Não somos o primeiro a divulgar a informação, mas somos quem apresenta o conteúdo checado, aprofundado e diferenciado.

Aqui oferecemos aquele algo mais que ainda não foi dito, ou ainda não foi mostrado.

Noticias qualquer um pode divulgar, mas com apuração e seriedade só aqui.

Comentários anônimos, ou que contenham, palavrões, pornografia, ataques pessoais, calúnias ou difamações não serão publicados.

Jornalista Abimael Costa