Pular para o conteúdo principal

Decisão judicial coloca em liberdade 18 pessoas presas na Operação Jenga





As 18 prisões realizadas durante a ‘Operação Jenga’, deflagrada pela Polícia Civil do Maranhão na quinta-feira (04), foram revogadas nesta sexta-feira (12), por determinação do juiz Flávio Roberto Ribeiro Soares, da Central de Inquéritos de São Luís. Cúpula da segurança pública apresenta balanço da ‘Operação Jenga'

Na  decisão o magistrado afirma que os acusados não apresentam risco em liberdade. O juiz também negou a prisão preventiva pedida pelo delegado Tiago Bardal, chefe da Seic, que comandou a “Operação Jenga”, de cinco dos acusados  considerados o cérebro do grupo criminoso. - Pacovan, Edna Maria Pereira (sua mulher), Thamerson Damasceno Fontinele, Geraldo Valdonio Lima da Silva e Jean Paulo Carvalho Oliveira –  A decisão determina que Josival Cavalcanti da Silva, o “Pacovan” seja monitorado por tornozeleira eletrônica.




 Relação dos presos na “Operação Jenga”:

1 Samia Lima Awad

2 Thamerson Damasceno Fontinele

3 Simone Silva Lima

4 Josival Cavalcanti da Silva

5 Edna Maria Pereira

6 Rafaely de Jesus Souza Carvalho

7 Creudilene Souza Carvalho

8 Ilzenir Souza Carvalho

9 Adriano Almeida Sotero

10 Geraldo Valdonio Lima da Silva

11 Lourenço Bastos da Silva Neto

12 José Carvalho Campelo

13 Telmar Carvalho Campelo

14 João Batista Pereira

15 Kellya Fernanda de Sousa Dualib

16 Manassés Martins de Sousa

17 Jean Paulo Carvalho Oliveira

18 Francisco Xavier Serra Silva

Comentários

OUÇA a RÁDIO VOZ DE ARARI

Denuncie, seja os olhos e os ouvidos da polícia!

Clinica Santo André

Clinica Santo André

LG Contabilidade Pública

LG Contabilidade Pública