sábado, 31 de maio de 2014

A imagem de vitima não cola em Edivaldo






A tropa de choque do prefeito Edvaldo Holanda Junior, parece ter encontrado uma solução magica para os graves problemas que atingem São Luis, a ordem é blindar o gestor.

Jornalistas e blogueiros foram orientados a criar uma imagem de vitima e coitadinho para o prefeito, o objetivo é vender para a população a impressão de que o culpado pela greve dos rodoviários são os empresários do setor, o culpado pela greve dos professores é da categoria que mantem se intransigente e não aceita as propostas do executivo municipal, e a culpa dos buracos e da destruição de ruas e avenidas da capital, é de gestões anteriores ou das fortes chuvas.

Este artificio maquiavélico já posto em ação, está  funcionando a todo vapor, basta ver os editoriais, artigos e reportagens do antes combativo Jornal Pequeno, sempre ao lado dos trabalhadores, agora preferiu ficar ao lado do prefeito. Basta ler Editorial Está faltando autoridade 30/05/14 e o editorial deste sabado 31, para confirmar o que digo. 

Jornalistas e blogueiros alinhados ao executivo municipal e ao ex juiz Flavio Dino, seguem a mesma orientação, em seus longos textos eles tentam construir uma imagem de vitima para Edvaldo, tentam colar a mascara de coitadinho no prefeito, quando a realidade é outra bem diversa da que tentam passar, o povo votou em propostas, em promessas, acreditou no que foi dito, e agora cobra a fatura, quer receber o que comprou, decepcionados, já constaram que compraram gato por lebre, que forma vitimas de estelionato eleitoral, que a tão alardeada mudança chegou, só que ao contrario, estamos mudando para pior.

A estrategia de construir uma imagem de vitima e coitadinho para o prefeito, pode, e vai surtir efeito contrario, afinal Edvaldo é o prefeito de São Luis, e dele espera-se autoridade ,firmeza, determinação e sabedoria pra conduzir os destinos do município,  afinal é nos momentos de crises e dificuldades que os grandes lideres se destacam, e é isso que o Ludovicense espera de seu jovem prefeito.  

Vitimas e coitadinhos são dignos de pena, compaixão e misericórdia, jamais terão respeito e admiração das pessoas, lembrem-se disso.

"Democracia é quando eu mando em você, ditadura é quando você manda em mim".Millôr Fernandes

Antônio Pereira pede benefícios para Cidelândia, São Pedro da Água Branca, Buritirana e Arame






O deputado Antônio Pereira (DEM) protocolou três indicações na Assembleia Legislativa, pedindo a concessão de importantes benefícios nos setores de infraestrutura, abastecimento d’ água e energia elétrica, para beneficiar milhares de pessoas dos municípios de Cidelândia, São Pedro da Água Branca, Buritirana e Arame. 

Na primeira indicação, Antônio Pereira pede que a governadora Roseana Sarney (PMDB) determine a recuperação da MA-123 (Estrada do Arroz), no trecho que interliga os municípios de Cidelândia e São Pedro da Água Branca, em direção ao Estado do Pará.

Para Antônio Pereira, o referido trecho a MA-123 está precisando de urgentes obras de reparo, em decorrência do intenso tráfego de veículos pesados, especialmente dos conhecidos “Treminhões da Suzano”, que fazem numa média de 500 viagens diárias.

O democrata acredita que a governadora Roseana Sarney atenderá seu pleito, como fez anteriormente quando autorizou, a seu pedido, o asfaltamento da Estrada do Arroz, no trecho que liga o entroncamento da BR-010 aos municípios de Imperatriz e Cidelândia. 


ÁGUA E ENERGIA ELÉTRICA 

Na segunda indicação, Antônio Pereira pede que a governadora Roseana Sarney determine que a Secretaria de Cidades celebre um convênio com a Prefeitura de Arame, para a instalação de poços artesianos nos povoados Vila do Gato e Vila Castro Gomes.

Antônio Pereira disse que os poços garantirão o abastecimento de água potável para os moradores das referidas comunidades, constituindo-se, dessa forma, uma ação de saúde pública preventiva, pois os povoados ainda não dispõem do importante benefício.

Na terceira indicação, Antônio Pereira pede que o diretor de Relações Institucionais da Cemar, José Jorge Leite Soares, mande instalar sistema de energia elétrica no Assentamento Padre Josino, localizado na Vila Bonita, no Município de Buritirana.

Conforme Antônio Pereira, o sistema da Cemar atenderá uma antiga reivindicação das 22 famílias do Assentamento Padre Josino, que fica localizado há mais de três quilômetros da mais próxima rede de energia elétrica que atravessa a Região Tocantina. 



sexta-feira, 30 de maio de 2014

A barrigada de alguns blogs que decretaram o FIM da greve nesta sexta




“Barrigada” é um jargão jornalístico que significa erro, informação errada,
a falta de apuração do fato é uma das maiores causadoras das famosas barrigadas no jornalismo.

Greve dos rodoviários entra no decimo dia sem nenhum sinal de acordo entre as partes, no inicio da noite desta sexta-feira (30),acabou em fracasso mais uma reunião com o objetivo de encerrar o movimento.

Com o fracasso das negociações, se confirmou como barrigada a informação disseminada desde as primeiras horas desta sexta-feira (30), por blogues alinhados a prefeitura, de que o prefeito teria fechado um acordo entre os empresários do setor e os grevistas ainda na noite de ontem, quinta-feira (29), e que o fim da greve seria questão de horas, segundo os blogues, a partir de 11h da manhã desta sexta seria anunciado o fim da paralisação, segundo os jornalistas que publicaram a informação, ela foi obtida de fonte segura, o informante seria  do primeiro escalão do governo municipal.“Barrigada” é um jargão jornalístico que significa erro, informação errada.

A principio a informação já não gozava de muita credibilidade entre os profissionais de imprensa que apontaram varias falhas na publicação, no final da noite foi confirmado o que todos já suspeitavam, a informação era falsa. ENTENDA O CASO

O fato das afirmações não se confirmarem, coloca em cheque a credibilidade dos meios que as publicaram, já que foram divulgados como verdade fatos que se revelaram serem apenas mentiras.  

O discurso incoerente da oposição frente as GREVES em Sâo Luis





Acostumados a usar dois pesos e duas medidas e a agir de modo diferente em situações que parecem ser iguais, parlamentares maranhenses de oposição, com assento na Assembleia Legislativa, supostamente árduos defensores dos direitos dos menos favorecidos e sempre dispostos a a apoiar a luta dos trabalhadores, como que em um passe de magica, se mostram contrários a greve dos rodoviários que já dura nove dias, e nada dizem sobre a greve dos professores da rede municipal de ensino na capital.

É curioso perceber como mudou o discurso do deputado Othelino Neto (PCdoB), antes tão simpático as greves e movimentos de protesto, principalmente aqueles feitos contra o governo do estado, vale lembrar como se comportou o parlamentar durante a paralisação dos rodoviários, quando estes cobravam mais segurança no sistema, e frente a greve dos policiais e dos professores da rede estadual. Além de contrario a paralisação, o deputado ainda tenta desqualificar a greve, dizendo ser este um movimento feito pelos empresários com o objetivo de forçar reajuste de tarifas. 

Sobre a greve dos professores da rede municipal, paira um silencio sepulcral e comprometedor entre os parlamentares de oposição, agem como se nada tivesse acontecendo, bem diferente do comportamento agressivo exibido durante as greves que afetavam o governo do estado, qual é a explicação para este comportamento dúbio, porque usam de duas caras, é simples e fácil de explicar.  

Aliados do ex-juiz Flavio Dino (PCdoB), principal fiador de Edivaldo Holanda Junior (PSC), atual prefeito da capital, estes políticos não tem coragem e força moral para apoiar qualquer movimento que atinja seu aliado o prefeito de São Luis, é preferível virar as costas para o povo e apoiar o desgastado prefeito, do que apoiar os trabalhadores e reconhecer o fracasso desta administração que quase dois anos depois de empossada não consegue decolar.

Da tribuna da Assembleia, na sessão desta quinta-feira (29), o deputado Othelino Neto (PCdoB) disse com todas as letras que a greve é dos empresários, que usam o movimento para chantagear o prefeito por um reajuste de tarifas, em nenhum momento o parlamentar refere se aos trabalhadores ou reconhece sue direitos por um reajuste de salários, já que a categoria está em sua data base e portanto tem legitimidade para reivindicar correção salarial.

Será que o trabalhador do Sistema de Transporte Coletivo da capital e os professores da rede municipal de ensino tem menos direitos que os policiais e os professores da rede estadual? 

Com a palavra os parlamentares socialistas e comunistas que formam a bancada de apoio ao prefeito Edivaldo.

LEIA O QUE DIZ O PARLAMENTAR: 

Empresários são responsáveis pela greve dos rodoviários, diz Othelino




O deputado estadual Othelino Neto (PCdoB) disse, na sessão desta quinta-feira (29), que a responsabilidade pela greve dos rodoviários em São Luís é exclusivamente dos donos de empresas de ônibus que continuam ‘forçando a barra’ para que o movimento continue, visando ao aumento das passagens. O parlamentar rebateu críticas do governista Roberto Costa (PMDB) em relação à Prefeitura da capital.

Othelino Neto citou declaração do presidente do Sindicato dos Trabalhadores Rodoviários, José Luiz de Oliveira Medeiros, na qual ele diz que, apesar de o SET (Sindicato das Empresas de Transportes) não ter feito sequer uma contraproposta, a entidade da categoria já apresentou uma segunda proposta, fazendo concessões.

“O que está acontecendo em São Luís beira à chantagem e é bom se frisar que a população está atenta. O prefeito Edivaldo Holanda Jr não admite essa pressão de aumentar as passagens para R$ 2,70”, afirmou.

Othelino Neto reiterou, na tribuna, que o prefeito Edivaldo Holanda Jr já disse que não aceita o aumento das passagens e nem o financiamento que os empresários querem. O parlamentar ressaltou que o gestor municipal já apresentou sugestões de soluções concretas.

“Agora não dá para aceitar o aumento da passagem ou financiar os empresários de ônibus de São Luís. Imaginem só ter que pagar quatro milhões de reais para os empresários de ônibus. Isso seria uma proposta indecente à sociedade para financiar o transporte público, que é um empreendimento privado. Acho que o Sindicato das Empresas de Ônibus devia ter vergonha de propor isso”, disse o deputado.

Protesto de professores da rede municipal interdita Ponte do São Francisco




























Parte da mídia tupiniquim ignora solenemente a greve dos professores da rede municipal de ensino na capital, os jornalistas alinhados a prefeitura e ao ex juiz Flavio Dino, não escrevem uma linha sequer sobre a greve, o que mostra a qualidade do jornalismo feito por estes profissionais. 

Ontem o movimento paredista divulgou nota aberta a população, em quantos blogues, portais de noticias e jornais você leu esta nota? Vale ressaltar que publicamos a nota na integra em nosso Blog, leia aqui: Carta aberta á população de São Luis

Professores da rede municipal de ensino de São Luís realizam Marcha em defesa da Educação Pública de qualidade, a concentração acontece  às 15 horas desta sexta-ferira (30), na Praça da Igreja Católica no bairro do São Francisco, próximo ao Hotel Abbeville,  os manifestantes  percorrem varias ruas do centro de São Luis até chegarem a prefeitura da capital, onde sera realizado ato de protesto. 

Professores em greve protestam por educação pública de qualidade, pela efetivação dos direitos estatutários da educação e melhores condições de trabalho.

Blogs alinhados a prefeitura anunciam que Edivaldo negociou fim da greve




De repente alguns blogs alinhados a prefeitura da capital passaram a informar o fim da paralisação dos rodoviários, segundo estas fontes, o anuncio deve ser feito ainda  nesta nesta sexta-feira (30), a partir das 11h da manhã.

Vale ressaltar que os textos carregam as tintas nos elogios ao prefeito que segundo eles agiu de forma firme e determinada na solução do impasse, e que o gestor agiu no sentido de garantir a vitoria da população. 

Seria cômico se não fosse trágico tal afirmação, já que estamos hoje no 9º dia de greve e até agora o poder publico municipal tem se comportado como mero coadjuvante ou figurante neste processo, de repente alguns blogueiros tentam transforma-lo em protagonista.

Considerando que a suposta negociação teria sido feita ontem a noite, porque até agora nenhuma liderança dos empresários, dos trabalhadores veio a publico para confirmar o acordo, ou pelo menos as negociações com a prefeitura?

Se as publicações tem o objetivo de limpar a imagem do prefeito, neste momento elas surtem efeito contrario, já que a população sabe bem o que está acontecendo e acompanha de perto o desenrolar desta novela.

Caso se confirme o acordo que porá fim ao movimento paredista, o mérito  na solução de uma greve que já dura nove dias e que está trazendo prejuízos incalculáveis para o ludovicense  com certeza não pode e não deve ser creditada ao prefeito Edvaldo Holanda Junior, que em todo este episodio, foi fraco, omisso e figurou como mero figurante.


Abimael Costa
jornalistaabimaelcosta@gmail.com
whatsapp: (98) 8175-0173

quinta-feira, 29 de maio de 2014

Descaso e omissão: Adolescente infrator é liberado por falta de vagas em unidade




Por falta de vagas para internação no município e nas demais comarcas do estado a justiça foi obrigada a colocar em liberdade um adolescente de 17 anos apreendido em flagrante praticando ato infracional.

O absurdo aconteceu no Maranhão e motivou o Ministério Publico a entrar com ação pedindo a justiça que condene o Estado por dano moral coletivo, fato que parece não incomodar o ente federativo, que já foi condenado pelo mesmo motivo em Ação Civil Pública formulada na capital, já transitada em julgado em respostam além de não oferecer vagas de internação o Estado também não deu cumprimento à condenação judicial imposta.

Como é possível combater a delinquência juvenil e ajudar crianças e adolescentes a se recuperarem se o Estado é claramente omisso e insensível no momento de garantir direitos e preservar a cidadania dos jovens em situação de risco e em conflito com a lei.

É comum ouvir criticas sobre o ECA -Estatuto da Criança e do Adolescente, sobre as facilidades e brechas do código, que segundo alguns desinformados facilitam a impunidade e contribuem para aumentar a reincidência dos adolescentes na pratica de atos infracionais, e que a justiça facilita a soltura do adolescente infrator.

Parece ser mais simples e comodo criticar sem conhecer os fatos, sem pesquisar para conhecer o assunto por outros ângulos, esta é uma oportunidade impar de conhecer o outro lado da historia e assim ter condições de opinar com mais segurança e embasado em fatos reais. 

A imprensa tem obrigação social de defender os direitos de crianças e adolescentes e divulgar fatos escabrosos como este faz parte desta missão, por outro lado a sociedade não pode e não deve ficar omissa, é preciso conscientizar, é preciso lutar para que a lei seja cumprida, é preciso acima de tudo fiscalizar as ações do Estado e exigir  que as garantias constitucionais sejam cumpridas, só assim, juntos faremos justiça social.      
LEIA NOTA DO MINISTÉRIO PUBLICO SOBRE O CASO:
 
MPMA requer indenização do Estado por falta de vagas para adolescentes infratores

A 4ª Promotoria de Justiça da Comarca de Açailândia ingressou, no dia 26, com uma Ação Civil Pública, solicitando à Justiça a condenação do Estado do Maranhão por dano moral coletivo, devido à soltura de um adolescente infrator por falta de vagas nas unidades estaduais de internação provisória masculina. A manifestação ministerial foi formulada pelo promotor de justiça Gleudson Malheiros Guimarães.

No dia 2 de fevereiro, um adolescente de 17 anos foi apreendido em flagrante pela prática de ato infracional no município de Açailândia. Por não existirem vagas adequadas para a internação de adolescentes no município e nas demais comarcas do estado, o jovem foi posto em liberdade. "Este Juízo da Infância de Açailândia, embora reconhecendo a necessidade da internação provisória ao adolescente infrator, consoante ditames do Estatuto da Criança e do Adolescente (ECA), foi obrigado a promover sua liberação diante da inexistência de estabelecimento para receber o autor do ato infracional", afirmou, na ação, o promotor de justiça.

Nos autos, Gleudson Malheiros ressalta, ainda, que a ausência de vagas adequadas para internação de adolescentes se deve exclusivamente à omissão do Estado do Maranhão. O promotor lembra que a unidade federativa já foi condenada em Ação Civil Pública formulada na capital, já transitada em julgado.

A condenação obrigou o estado a dar cumprimento à regionalização de unidades de internação provisória masculina em oito polos (São Luís, Imperatriz, Caxias, Itapecuru-Mirim, Presidente Dutra, Pinheiro, Balsas e Bacabal), como determina a Resolução do Conselho Estadual da Criança e do Adolescente nº 005/98. "O Estado além de não oferecer vagas de internação também não deu cumprimento à condenação judicial imposta, dando causa, com sua omissão, à liberação do adolescente, que tinha a necessidade, na forma do Estatuto da Criança e do Adolescente, de responder ação socioeducativa sob privação cautelar de liberdade".

PEDIDOS

O Ministério Público do Maranhão pede a condenação do Estado do Maranhão a indenizar o dano moral coletivo decorrente da soltura do adolescente, com valor a ser determinado pela Justiça, corrigidos monetariamente até efetivo recolhimento ao fundo controlado pelo Conselho Municipal dos Direitos da Criança e do Adolescente do município. Os recursos devem ser aplicados nas ações do plano municipal de atendimento socioeducativo, conforme a Lei do Sistema Nacional de Atendimento Socioeducativo (Sinase).

"Os efeitos deletérios do inconstitucional e ilegal ato afrontam toda a sociedade, na medida em que fere o sentimento comum de que cabe ao Estado, na regulamentação e gestão do sistema socioeducativo, proteger os mais vulneráveis, isto é, adolescentes que, para o exercício de seu direito ao devido processo legal socioeducativo, devem ter efetivado o cumprimento das disposições legais e judiciais, como na condenação imposta na ACP anterior, com a máxima atenção à dignidade da população infanto-juvenil", completou o promotor de justiça.


quarta-feira, 28 de maio de 2014

Ampem emite Nota de Desagravo em apoio à procuradora-geral de justiça



Um  forte bate boca na Assembleia Legislativa entre os deputados Raimundo Cutrim (PCdoB) e Edilazio Júnior (PV), na manhã desta segunda-feira (26), terminou causando mal estar entre  a Assembleia e o Ministério Publico, durante seu pronunciamento, o deputado Raimundo Cutrim referiu se a procuradora-geral de justiça como "pau mandado", fato que revoltou Edilazio Junior, os dois parlamentares trocaram insultos.  

Nesta quarta-feira (28), a Associação do Ministério Público do Estado do Maranhão (Ampem) emitiu Nota de Desagravo em favor da procuradora-geral de justiça, Regina Lúcia de Almeida Rocha, diante de pronunciamento do deputado Raimundo Cutrim, no plenário da Assembleia Legislativa, na última segunda-feira, 26. 
Cutrim denuncia perseguição e faz críticas à procuradora do Estado


Ampem emite Nota de Desagravo em apoio à procuradora-geral de justiça 

A Associação do Ministério Público do Estado do Maranhão (Ampem) emitiu Nota de Desagravo em favor da procuradora-geral de justiça, Regina Lúcia de Almeida Rocha, diante de pronunciamento do deputado Raimundo Cutrim, no plenário da Assembleia Legislativa, na última segunda-feira, 26.

Na nota, a Ampem, ao mesmo tempo em que ratifica "irrestrito e incondicional apoio às ações institucionais" a cargo da procuradora-geral, considera a manifestação do parlamentar uma afronta ao direito de livre manifestação do pensamento, "principalmente quando feito com uso de afirmações que atingem a honra e a respeitabilidade da chefe do Ministério Público do Estado do Maranhão".

A entidade acrescenta, ainda, que "não pode aceitar ou tolerar medidas constrangedoras que coloquem em dúvida a lisura e a retidão de toda a classe ou que possam importar em submissão da instituição Ministério Público a qualquer outro poder do Estado".






Carta aberta à população de São Luís




Professores da rede municipal de São Luis divulgam Carta aberta à população Ludovicense 









Os Educadores da Rede Municipal de São Luís estão em Greve Geral por tempo indeterminado desde o último dia 22 de Maio de 2014. Os profissionais do magistério decidiram parar as atividades por considerarem inadequadas as condições estruturais em que muitas escolas da capital se encontram, bem como em razão da não implantação dos direitos estatutário e pelo baixo índice de reajuste proposto pela administração pública.

A Prefeitura de São Luís, por meio da SEMED – Secretaria de Educação, tem criado entraves para cumprir as principais exigências dos educadores e isso tem resultado em perdas irreparáveis para todos (as).

Embora exista uma forte campanha de desmoralização contra os(as) educadores(as), engendrada pela administração pública municipal, o SINDEDUCAÇÃO, no exercício do seu direito/dever, ao lado dos(as) professores(as), tem procurado manter o bom diálogo com toda população, Ministério Público e sobretudo com os pais e mães dos alunos(as), usuários da Rede Municipal de Ensino.

Diante deste quadro, o SINDEDUCAÇÃO tem pressionado a Prefeitura/SEMED acerca das reivindicações feitas pela categoria, mas até o momento a administração pública vem se mantendo indiferente. A pauta é justa, viável e pode ser atendida, pois recursos existem. Até maio de 2014 o município de São Luís já recebeu R$ 128.834.790,95 (cento e vinte e oito milhões oitocentos e trinta e quatro mil setecentos e noventa reais e noventa e cinco centavos
 - http://www3.tesouro.gov.br/estados_municipios/municipios_novosite.asp) do FUNDEB para pagamento dos professores,mas continua afirmando que não tem dinheiro para implantar direitos. São R$ 25.766.958,00 por mês. A folha de pagamento mensal do magistério está em R$ 16.000.000,00, valor que corresponde a 62% do montante recebido pela Prefeitura. Sendo assim, para onde está indo o restante do dinheiro (quase R$ 10.000.000,00 – dez milhões de reais mensais)? Uma coisa é certa, este dinheiro não está sendo utilizado na manutenção das escolas, pois a maior parte delas nem deveriam está funcionando, pois não apresentam qualquer condição estrutural para abrigar alunos, professores e funcionários. Vejamos os problemas mais comuns:

- Instalações elétricas danificadas; - Salas de aula sem ventilação e sem iluminação elétrica; 

- Instalações hidráulicas precárias (banheiros , cisternas sem condições de uso, etc.);

- Inexistência de água potável nas escolas; -Telhados comprometidos;

- Paredes rachadas, com infiltração proporcionando choque em professores e alunos;

- Salas e corredores servindo de depósito de moveis velhos e danificados;

- Áreas de lazer tomadas pelo mato; - Merenda escolar inadequada;

- Falta de professor nas escolas, por falta de concurso público;

-Falta de material didático e recursos pedagógicos;

-Falta de acessibilidade aos alunos com deficiência; - Falta de espaços para bibliotecas;

-Falta de segurança (assalto freqüente nas escolas)


Os itens acima comprometem todo o desenvolvimento pedagógico, intelectual e afetivo, tanto dos alunos, quanto dos professores. E os problemas não param por aí. Muros caídos, portões escorados, falta de iluminação, etc. Tudo isso tem provocado insegurança e até mesmo casos de agressão aos profissionais do magistério (violência mortal e física), dentro e no entorno das escolas. No entanto, nós educadores temos a convicção de que estamos cumprindo nossa missão, tentando fazer o dia a dia das escolas, mesmo com todas as dificuldades.

A greve é para mostrar ao poder público e à sociedade como um todo o valor dos profissionais da educação, operários incansáveis na construção de uma sociedade mais justa. Diante disto, exigimos respeito do poder publico municipal e convidamos toda sociedade a participar dessa luta, em defesa da qualidade da escola publica municipal.



SINDEDUCAÇÃO – GESTÃO RENOVAR E AVANÇAR NA LUTA

Vergonha do sub jornalismo feito no Maranhão




Alguns blogueiros e jornalistas estão publicando uma suposta nota atribuída a uma facção criminosa. 

O que causa revolta, vergonha e nojo, é ver que alguns jornalistas se prestam a dar voz para criminosos e fora da lei, é exatamente isso que os bandidos querem voz e vez nos meios de comunicação.

Um dos coordenadores do CIOPS, delegado Inácio, afirmou agora a pouco que a nota é falsa, e que tudo não passa de boato.

Não é papel do jornalista espalhar boatos, dar voz a facção criminosa e a bandidos, ou divulgar fatos sem checar ou ouvir as partes envolvidas. 

Por questões de ética e de principio eu mantenho o que disse e reafirmo aqui minha posição de não dar voz a facção criminosa nem a bandidos, não divulgar boatos e não publicar informações sem antes checar e ouvir as partes envolvidas. 

Por trás da divulgação desta nota, os ditos profissionais de imprensa tem o objetivo claro de tentar criar um clima de panico e terror em São Luis.

Esta é a contribuição que alguns profissionais de imprensa prestam a população de São Luis, e ainda tem gente que chama isso de jornalismo.



Ajude a construir este espaço, envie fotos e informações para:
jornalistaaabimaelcosta@gmail.com
Whatsapp: 8175-0173

Dilma confirma apoio incondicional a Lobão Filho

Foto: Roberto Stuckert

Em jantar com a cúpula do PMDB na noite de terça-feira, 27, a presidente Dilma Rousseff reafirmou apoio incondicional ao nome do senador Lobão Filho (PMDB-MA) como pré-candidato ao Governo do Maranhão.

O encontro, organizado pelo vice-presidente Michel Temer no Palácio do Jaburu, contou com a presença das principais lideranças do PMDB e os pré-candidatos do partido às eleições deste ano.

Foto: Roberto Stuckert
Lobão Filho relatou à presidente da República os avanços de sua pré-candidatura no Maranhão e as adesões de lideranças políticas importantes que tem recebido em viagens pelo interior do estado. Ele explicou ainda que o cenário eleitoral hoje no Maranhão é muito claro no que diz respeito às duas principais pré-candidaturas.

“A minha posição nas eleições todos já conhecem: estou e estarei ao lado da presidente Dilma. Agora, o meu adversário está dividido entre Aécio Neves e Eduardo Campos, os maiores opositores ao governo federal”, informou Lobão.

O peemedebista explicou a Dilma que o grupo político do qual faz parte está entusiasmado e coeso em torno do seu nome, e que a aliança do PMDB com o Partido dos Trabalhadores (PT) se fortalece a cada dia, independentemente do cargo que será ocupado pelo partido na chapa majoritária.

Durante o jantar, o senador Lobão Filho recebeu manifestações de apoio dos seus colegas de partido. Alguns, como o vice-presidente da República, Michel Temer, afirmaram que querem participar diretamente da campanha de Lobão Filho ao Governo do Maranhão.

O vice-presidente Michel Temer confirmou que estará presente em São Luís na convenção que homologará o nome do peemedebista como candidato a governador do Maranhão.

terça-feira, 27 de maio de 2014

Procuradora-geral de Justiça Regina Rocha é reeleita e reconduzida ao cargo



A procuradora-geral de justiça, Regina Lúcia de Almeida Rocha, foi nomeada nesta segunda-feira, 26, pela governadora Roseana Sarney para comandar o Ministério Público do Maranhão para o biênio 2014-2016. O anúncio da recondução foi feito no Palácio dos Leões, após o encaminhamento da lista com o resultado da eleição.

Regina Rocha obteve 213 votos, contra 92 do promotor de justiça Pedro Lino Silva Curvelo. A eleição foi realizada das 8h às 17h em São Luís, Imperatriz e Timon. Ao todo, 220 membros do MPMA participaram da eleição, dentre os 301 aptos a votar.

A procuradora-geral agradeceu a confiança dos promotores e procuradores de justiça e destacou o empenho de toda a equipe em sua gestão. "Vamos continuar nos dedicando para aprimorar o trabalho do Ministério Público e assegurar os direitos dos cidadãos. Reafirmamos nosso compromisso em realizar uma gestão democrática e transparente", declarou.


Roseana recebe visita de Regina Rocha, candidata mais votada na eleição do Ministério Público



A governadora Roseana Sarney recebeu no inicio da noite desta segunda-feira (26), a procuradora-geral de Justiça, Regina Lúcia de Almeida Rocha, que foi a candidata mais votada na eleição realizada no Ministério Público do Maranhão.

No encontro, Roseana Sarney recebeu o resultado e a lista dos votados. “Parabenizo a Regina Rocha pela expressiva votação, o que demonstra que seu trabalho à frente do Ministério Público teve o devido reconhecimento”, destacou a governadora, que tem 15 dias para fazer a nomeação.

Regina Rocha obteve 213 votos contra 92 do promotor de justiça Pedro Lino Silva Curvelo. A eleição foi realizada das 8h às 17h em São Luís, Imperatriz e Timon. De acordo com a Resolução 21/2014, que regulamenta o processo eleitoral, todos os promotores e procuradores de justiça em atividade são considerados eleitores.

Integraram a comissão eleitoral os procuradores de justiça Paulo Roberto Saldanha Ribeiro (como presidente), Joaquim Henrique de Carvalho Lobato e Eduardo Daniel Ribeiro Filho (membros titulares); Iracy Martins Figueiredo Aguiar e Francisco de Aquino da Silva, estes na condição de suplentes.















São Luis vai continuar sem ônibus - Fracassa mais um tentativa de negociação



Acabou sem acordo mais uma reunião que tentava encerrar a greve a dos rodoviários em São Luis. os ônibus vão continuar parados nas garagens nesta quarta-feira (28), assim o Ludovicense viverá mais um dia de caos, mais de um milhão de pessoas reféns da incompetência e da insensibilidade daqueles que forma eleitos para dar respostas e soluções aos problemas da coletiva e não para cria-los.   

A reunião que iniciou as 16h desta terça-feira (27), foi realizada na sede da SMTT, no Ipase, e contou com a presença do Sindicato dos Rodoviários, SET, Tribunal Regional do Trabalho (TRT), OAB-MA, Procon-MA, Câmara Municipal, Governo do Estado, Ministério Público, Associação Comercial, Sindicato dos Comerciários, Fiema e Fecomercio. Também participaram  das discussão Movimentos Estudantis e o Movimento Nossa São Luís.

Ajude a construir este espaço, envie suas noticias, fotos e informações para:
jornalistaaabimaelcosta@gmail.com
Whatsapp: 8175-0173

Motorista invade preferencial e atropela motociclista



Por volta da 15h desta terça-feira (27), o condutor de um veiculo modelo Saveiro, invadiu a preferencial na Avenida 203, em um cruzamento próximo a Delegacia da Cidade Operaria, e atropelou um motociclista que transitava no sentido Centro/Bairro.

O condutor da motocicleta foi socorrido pelo SAMU e encaminhado para o hospital Municipal Clementino Moura - Socorrão -II, o estado de saúde da vitima não foi divulgado.

Devido ao acidente e a demora para chegada da pericia o transito na avenida principal da Cidade Operaria no sentido centro/bairro está praticamente parado neste momento.

Ajude a construir este espaço, envie fotos e informações para:
jornalistaaabimaelcosta@gmail.com
Whatsapp: 8175-0173



Rodoviários em greve param 100% da frota em São Luis



 Com a paralisação total do transporte coletivo em São Luis a partir de 00h00 desta terça-feira (27), já é possível fazer uma breve avaliação sobre quem são os vencedores e os perdedores desta queda de braço.

Sem sombra de duvida, o grande vencedor deste embate é o Sindicato dos Trabalhadores em Transporte Rodoviário do Maranhão (Sttrema), que conseguiu unir a categoria em torno de um objetivo, e mesmo sendo obrigado pela justiça do trabalho a colocar 70% da frota na rua, conseguiu manobrar, colocando percentual inferior a 50% e diante do silencio da classe patronal decidiram radicalizar parando todo o Sistema de Transporte Coletivo de São Luis e assim pararam a capital com mais de um milhão de habitantes, a ultima medida encontrada para pressionar os patrões, que irredutíveis se recusaram a sentar na mesa de negociações.

A prefeitura de São Luis sai desgastada e desmoralizada deste movimento, já que mesmo sendo dona das concessões e já sabendo a muito tempo da grave situação pelo que passa o Sistema de Transporte de Passageiros em São luis, fez ouvidos de mercador e não tomou nenhuma providencia para solucionar ou amenizar o problema e assim evitar que chegasse ao extremo de um paralisação total que é desgastante e prejudicial. Mesmo depois do movimento grevistas deflagrada, o poder publico municipal continuou alheio e omisso
, comportando-se como mero coadjuvante ou figurante no caso. 

Os empresários nada tem a perder e devem sair vitoriosos, já que  a prefeitura acena com a possibilidade de reajustar as tarifas e assim resolver o impasse. De forma inteligente, prefeitura e empresários esperaram a radicalização dos trabalhadores, e  só a partir de então começam a agir para debelar o incêndio, cada uma das partes já escolheram seus álibis, a prefeitura é obrigada a reajustar as tarifas, porque pressionada pela população que está sem transporte e pelos trabalhadores que dependem deste reajustes para terem atendidas sua reivindicações, assim tem com justificar perante a opinião publica o aumento de passagem. Os empresários alegam que estão operando no vermelho, que as fraudes chega a quase 50%, e que só um reajuste de tarifa salva o sistema.

A justiça do Trabalho também sai perdendo, já que teve sua credibilidade arranhada e sua autoridade colocada em cheque quando teve sua determinação de que 70% da frota circulasse durante a a paralisação desrespeitada e ignorada pela categoria.

O grande derrotado e o maior perdedor em toda esta celeuma, é a população, que já vem sofrendo há décadas com uma prestação de serviço da pior qualidade, sendo obrigada a andar em ônibus sucateados, que quebram a todo instante e trafegam sempre superlotados, o tempo de espera nas paradas é humilhante sem contar que o numero de assalto a coletivos vem crescendo de forma assustadora em São Luis. 

Não bastasse tudo isso, o usuário é obrigado a cumprir um toque de recolher imposto pelos rodoviários, enquanto durar a greve ninguém sai de casa e assim que o acordo for selado, que vai pagar o reajuste de salario da categoria é o passageiro, que terá a tarifa reajustada, vai pagar mais caro para utilizar o mesmo ônibus velho, abarrotado de pessoas, atrasado e sem segurança. 

A verdade é que a corda sempre arrebenta do lado mais fraco, e o lado mais fraco nesta greve é o usuário.

 
Jornalista Abimael Costa 

Ajude a construir este espaço, envie sua noticia, fotos e informações para:
jornalistaaabimaelcosta@gmail.com
Whatsapp: 8175-0173

 

 

segunda-feira, 26 de maio de 2014

Antônio Pereira mostra liderança política e mobiliza 18 prefeitos para apoiar Lobão Filho

O deputado Antônio Pereira (DEM) demonstrou, mais uma vez, que tem força
política na Região Tocantina, durante a visita à cidade de Imperatriz do senador da República e pré-candidato do PMDB ao Governo do Estado, Lobão Filho, realizada no dia 15 deste mês.



O democrata foi articulador da maior manifestação de apoio à Lobão Filho, pois reuniu, no auditório do Hotel Imperial, e no jantar, em sua residência, nada menos que 18 prefeitos e centenas de lideranças políticas das regiões Tocantina, Sul e Central. 

Participaram da recepção ao senador Lobão Filho - a convite do deputado Antônio Pereira - os prefeitos dos municípios de São João do Paraíso, Campestre, Sítio Novo, João Pessoa, Ribamar Fiquene, Davinópolis, Governador Edson Lobão e Senador La Rocque.

Também estavam presentes na grande recepção os prefeitos dos municípios de Buritirana, Cidelândia, São Francisco do Brejão, Amarante do Maranhão, Barra do Corda, Presidente Dutra, Bom Jardim, São Pedro dos Crentes e Senador Alexandre Costa. 

Além dos 18 prefeitos, o deputado Antônio Pereira mobilizou para apoiar Lobão Filho 100 vereadores, 10 ex-prefeitos, 60 ex-vereadores e centenas de expressivas lideranças políticas dos municípios das regiões Tocantina, Sul e Central do Estado Maranhão. 

APOIO NA CÂMARA DE IMPERATRIZ 

Antônio Pereira agradeceu a presença de todos na mega recepção que, na avaliação de analistas políticos marcou, sobretudo, a preferência classe política e da população pelo pré-candidato, Lobão Filho, e a liderança política de Antônio Pereira na região. 

Para o vereador Richard, de Imperatriz, na recepção ao senador Lobão Filho ficou claro que o deputado Antônio Pereira é a grande liderança política de Imperatriz e da região, conquistada pelo fruto do trabalho em benefício da população do Estado do Maranhão. 

Na Câmara Municipal de Imperatriz, Antônio Pereira conta com o apoio dos vereadores da Mesa Diretora: Hamilton Miranda (presidente), Antônio Silva (1º vice-presidente) Richard (2º vice-presidente), Maria Avelino (1ª secretária) e Antônio Pimentel (2º secretário).

Prefeitura se porta como figurante na greve dos rodoviários




Panfleto apócrifo, sem assinatura e com erros de português, esta sendo distribuído nas ruas da capital desde cedo. A nota anuncia paralisação de 100% da frota de ônibus em São Luis nesta terça-feira (27). Alguns apressados atribuem a autoria do comunicado ao Sindicato dos Trabalhadores em Transporte Rodoviário do Maranhão (Sttrema), fato que ainda não foi confirmado.

Ator principal na cansativa novela "Greve dos Rodoviários", a prefeitura de São Luis, tentar escapar do papel de protagonista e se comporta como mero coadjuvante ou figurante desta cansativa reprise do melodrama "Greve de ônibus".

A prefeitura apenas acompanha de forma tímida e acanhada o desenrolar do impasse, como se não fizesse parte do problema. De um lado os empresários são taxativos em afirmar que sem reajuste de tarifa não haverá reajuste de salários, não tem como fazer nenhuma contra proposta as reivindicações da categoria. O sindicato da empresas de ônibus alegam que o sistema está falido e apelam para que o prefeito solucione o problema.

Do outro lado os trabalhadores revoltados por não receber nenhuma contraproposta dos empresários, ameaçam paralisar 100% da frota nesta terça-feira (27), eles reivindicam de forma justa e legal aquilo que lhes é de direito, já que são submetidos a uma jornada de trabalho estafante, em uma frota sucateada, com veículos velhos, transitando em uma cidade destruída e ainda são obrigados a pagar peças danificadas durante as muitas viagens pelas ruas e avenidas esburacadas de São Luis.

Refém desta queda de braço entre empresários, trabalhadores e prefeitura, a população fica prejudicada. Sem ter como sair de casa, é impossível trabalhar, estudar ou resolver qualquer problema, cerca de 800 mil pessoas estão sem transporte na Grande São Luis. Mesmo com a determinação da justiça de que 70% da frota circule enquanto durar a greve, a população não confia no cumprimento desta determinação e prefere ficar em casa até que o impasse seja resolvido, já que é costume da categoria paralisar 100% da frota sem aviso prévio e abandonar o usuário no meio do caminho ou fazer a chamada operação tartaruga rodando a 20 ou 40Km/hora.

Diante de tudo este caos, o prefeito da capital sem mantém calado, nenhuma proposta para impasse, nenhuma tentativa de negociação, até parece que nada está acontecendo em São Luis, e pensar que este mesmo prefeito quando candidato, apresentou tantas propostas mirabolantes para resolver o problema da mobilidade urbana e do sistema de transporte coletivo de São Luis e agora parece que esqueceu tudo, ou era apenas encenação para vencer o pleito.

  


domingo, 25 de maio de 2014

Hildo Rocha prestigia entrega de viaturas em Itapecuru-Mirim

Formação dos policiais durante solenidade de entrega das novas viaturas



Com o objetivo de ampliar o combate a criminalidade, e garantir a segurança da população, o sistema de Segurança Pública na região da 8ª Companhia Independente da Polícia Militar sediada em Itapecuru-Mirim, foi reforçado com a entrega de novas viaturas e equipamentos, como, coletes balísticos, pistolas e outros.


A solenidade de entregas dos novos veículos e equipamentos aconteceu neste sábado (24), na 8ª CI da Polícia Militar em Itapecuru-Mirim, e contou a presença do ex-secretário de Estado das Cidades e Desenvolvimento Urbano, Hildo Rocha.

Para Hildo Rocha, ao reaparelhar as forças de segurança, a governadora Roseana está dando uma resposta rápida aos anseios da população que é o combate a criminalidade do Maranhão e, ao mesmo tempo, valorizando os profissionais que atuam nessa área.
Vereador Gilberto e o prefeito Junior Lourenço de Miranda do Norte 
Também estiveram presentes na solenidade, os  prefeitos de Itapecuru Mirim, Magno Rogério Siqueira Amorim, de Miranda do Norte Junior Lourenço de Anajatuba Helder Aragão ,e o Prefeito de Cantanhede José Martinho dos Santos Barros (cabão), além de vários vereadores, secretários de governo e autoridades militares dos municípios envolvidos.
Vereadores e secretários de Miranda do Norte 

O comandante da 8ª CI Major Horman Schnneyder ressaltou que as novas viaturas irão reforçar a segurança na região, ofertando maior rapidez no atendimento às ocorrências e no trabalho preventivo.


 Comandante da 8ª CI, Major Schneyder, prefeito Magno de Itapecuru-Mirim, prefeito Edivaldo de Vargem Grande, e o deputado estadual Fabio Braga.



A ação contempla os municípios de Itapecuru-Mirim, Vargem Grande, Miranda do Norte, Anajatuba e Cantanhede. 




(02) viaturas e (02) motos para Itapecuru
(01) viatura para Anajatuba
(01) viatura para Miranda do Norte
(01) viatura para o município de Cantanhede.

Os veículos entregues têm identidade visual-acústica, logomarca, rádio de comunicação, suporte para armas, sirene, giroflex, espaço para contenção de presos, entre outros equipamentos. Já as motocicletas –cujo modelo é considerado o mais moderno para as polícias do país - contam com sirene, bagageiro, capacete, painel digital com giroflex em LED na cor branca.